A Embraer entregou 28 jatos Lineage 1000 entre 2009 e 2018 (Tomás Del Coro – Wikimedia Commons)

A Embraer Aviação Executiva agora tem um portfólio de produtos mais enxuto. A empresa tirou de linha as aeronaves da série Legacy (450 e 500) e o Lineage 1000, a versão VIP do jato comercial E190 da primeira geração. O catálogo agora é composto somente pelos jatos leves Phenom 100 e 300 e os modelos de porte médio Praetor 500 e 600.

“Como parte do foco renovado da Embraer Aviação Executiva para oferecer a melhor experiência em aviação executiva com nossos Phenom 100 e 300, líderes do setor, e nos jatos Praetor 500 e 600, os derivados anterior Legacy 450, 500 e 650, assim como o Lineage 1000, estão sendo retirados do nosso plano de produção”, disse um porta-voz da Embraer ao AIN.

Em contato com o Airway, a Embraer confirmou a informação, mas salientou que pode continuar produzindo o Legacy 450 e Legacy 500 para alguns clientes estratégicos e que a retirada dos aviões citados não altera o compromisso da empresa com os clientes por serviços e suporte.

A fabricante brasileira estreou no mercado de jatos executivos em 2001 com o Legacy 600, uma variante do jato regional ERJ-135. Em seguida, a Embraer lançou o Lineage 1000 em 2006, Phenom 100 em 2008; Phenom 300 e Legacy 650 em 2009, Legacy 500 e 450 em 2014 e 2016, respectivamente; e os Praetor 500 e 600 em 2019.

Os jatos Legacy 450 e 500 são os modelos executivos mais recentes da Embraer (Divulgação)

Os novos jatos da série Praetor são uma evolução dos Legacy 450 e 500 (Divulgação)

“Os programas Legacy 650 e Lineage 1000 foram fundamentais para o desenvolvimento da Embraer como empresa chave na aviação de negócios atualmente e demonstrou nossas capacidade de engenharia, conhecimento em aviação e robustez do produto”, acrescentou o porta-voz.

Legacy 450 pode ser convertido em Praetor 500

Produto mais recente da Embraer na aviação de negócios, a série Praetor é uma evolução dos Legacy 450 e 500, equipados com tanques de combustível maiores e recursos aerodinâmicos mais avançados. Como resultado, os Praetor 500 e 600 são os jatos de médio porte com maior alcance do mercado, capazes de percorrer, pela ordem, 5.788 km e 7.441 km.

Como as duas séries compartilham a mesma plataforma, o Legacy 450 pode ser convertido em Praetor 500. No entanto, por ser mais complexo, não é possível transformar o Legacy 500 em Praetor 600.

Veja mais: Embraer lança Phenom 300 adaptado para transporte aeromédico