Embraer entregou 48 jatos comerciais em 2021, quatro a mais que em 2020

Fabricante brasileira registrou 16 entregas no 4º trimestre, a maior parte do modelo E175. Jatos executivos somaram 93 entregas no ano passado
A Overland receberá seu primeiro E175 em 2023 (Embraer)

A Embraer conseguiu uma pequena elevação nos números de entrega de jatos comerciais em 2021. Foram entregues no ano passado 48 aeronaves, quatro a mais do que em 2020, segundo dados divulgados pela empresa nesta segunda-feira (21).

A maior parte dos aviões foi do modelo E175, da primeira geração, e que são bastante requisitados nos EUA. Foram 26 entregas do jato de até 88 lugares.

Já a família E2 teve seu melhor resultado desde o início da operação comercial, em 2018. A Embraer entregou 21 jatos, 19 da versão E195-E2 e dois do E190-E2.

No 4º trimestre, a empresa entregou 12 E175 e quatro E195-E2, ou 12 a menos que no mesmo intervalo de tempo de 2020.

Total voltou a subir em 2021

Carteira de pedidos

O total de encomendas firmes em 2021 atingiu 1.996 aeronaves, ou seja, uma diferença positiva de 92 unidades em relação a 2020. Um total de 42 E175 e 50 E195-E2 foram acrescidos à sua carteira de pedidos enquanto o E190-E2 e o E175-E2 não receberam qualquer pedido.

O maior jato comercial da Embraer conquistou dois pedidos importantes, o primeiro de 30 aeronaves junto à companhia aérea canadense Porter Airlines, e o segundo com a empresa de leasing norte-americana Azorra, anunciado no final do ano passado e que prevê 20 aviões.

Com isso a cateira de pedidos da Embraer voltou a crescer pelo terceiro trimestre consecutivo. A empresa terminou 2021 com 325 jatos pendentes de entrega, doze a mais que há dois anos.

A maior parte dos pedidos é do E195-E2, com 170 aviões, enquanto o E175 possui 147 unidades a serem entregues. Além deles, existem cinco E190-E2 e três E190 de primeira geração.

Quantidade de entregas ainda está muio aquém do período pré-pandemia

Jatos executivos

No segmento de aviação executiva, a Embraer teve um ligeiro crescimento em entregas. Ao todo foram entregues 93 jatos executivos, comparado aos 86 aviões enviados aos seus clientes em 2020.

O Phenom 300 somou 56 aeronaves entregues enquanto o Phenom 100 repetiu o resultado de 2020, com seis entregas.

A série Praetor teve 31 aviões entregues (14 Praetor 500 e 17 Praetor 600), ou três a mais do que no ano retrasado. Em 2020, no entanto, a Embraer ainda despachou dois jatos Legacy para seus clientes, modelos que não estão mais em produção.

Phenom 300

Total
0
Shares
Previous Post

20 anos do 1º voo do E-Jet, jato comercial que mudou a história da Embraer

Next Post

Caça chinês Chengdu J-10 é visto com marcas da Força Aérea do Paquistão

Related Posts
Total
0
Share