Embraer inicia testes de voo com seu primeiro avião elétrico

Demonstrador elétrico baseado no Ipanema decolou da sede da Embraer em Gavião Peixoto (SP)
Demonstrador de tecnologia da Embraer baseado no avião agrícola Ipanema (Embraer)

Em evento para a imprensa e investidores realizado nesta sexta-feira (13), a Embraer confirmou que executou recentemente o primeiro voo de seu avião demonstrador elétrico, dando início a campanha de ensaios do aparelho. O teste foi realizada a partir da sede da empresa em Gavião Peixoto (SP).

O demonstrador baseado no avião agrícola EMB-203 Ipanema foi desenvolvido especificamente para avaliar novas tecnologias e soluções para a aplicação de motorização 100% elétrica no modal aéreo. O projeto liderado pela Embraer conta ainda com a participação da WEG, que fornece o motor elétrico, e a EDP Energias do Brasil, responsável pelo conjunto de baterias.

Cabe destacar que o modelo elétrico montado pela fabricante brasileira e seus parceiros não é um produto com viés comercial. Ou seja, ele não é um avião de pulverização agrícola com motorização elétrica, tampouco um protótipo com esse intuito. Trata-se de um demontrador de tecnologia.

O conhecimento adquirido pela Embraer no projeto do avião elétrico poderá ser aplicado em novos produtos focados em sustentabilidade energética. É o caso do eVTOL (aeronave elétrica de pouso e decolagem), desenvolvido pela divisão de mobilidade aérea urbana Eve, ou do conceito STOUT, avião de transporte com motorização híbrida projetado em parceria com a Força Aérea Brasileira.

O demonstrador é baseado no avião agrícola Ipanema, o produto mais antigo da Embraer ainda em produção (Embraer)

A fabricante informou que as primeiras avaliações com o demonstrador serviram para checar características primárias da aeronave, como potência do motor elétrico, desempenho, controle de voo, gerenciamento térmico e segurança de operação. Os estudos em laboratório e simulações computadorizadas sobre a aeronave começaram no segundo semestre de 2019, relatou a empresa.

“O primeiro voo de uma aeronave é sempre um marco importante, e a decolagem do nosso primeiro avião elétrico de zero emissões simboliza também a relevante contribuição das nossas equipes e parceiros para a transição energética do setor,” disse Luis Carlos Affonso, vice-presidente de Engenharia, Desenvolvimento Tecnológico e Estratégia Corporativa da Embraer. “Temos o compromisso de buscar as soluções que viabilizam o futuro de uma aviação mais sustentável e a inovação desempenhará um papel fundamental nesta jornada”.

O demonstrador da Embraer é o segundo avião com motorização elétrica testado em voo no Brasil. O primeiro foi o modelo Sora-e, da ACS Aviation, que voou em junho de 2015.

Total
0
Shares
1 comment
  1. É só um demonstrador de tecnologia, mas seguramente entrará em produção em um modelo comercial antes do que pensamos. Esses testes já estão maturando há anos!

Comments are closed.

Previous Post

Sierra Nevada publica imagens dos Super Tucanos deixando os EUA rumo à Nigéria

Next Post

Turboélice de passageiros da Embraer ganha nova configuração

Related Posts
Total
0
Share