Empresa brasileira vende jato executivo por cotas

Compra fracionada do Líder Share reduz preço da aeronave e custos com operação e manutenção
O HondaJet é um dos aviões oferecidos pela Líder Aviação no Brasil (Honda Aircraft)
O HondaJet é um dos aviões oferecidos pela Líder Aviação no Brasil (Honda Aircraft)
O HondaJet é um dos aviões oferecidos pela Líder Aviação no Brasil (Honda Aircraft)
O HondaJet é um dos aviões oferecidos pela Líder Aviação no Brasil (Honda Aircraft)

Não é só você que está trocando táxi por Uber para economizar na crise. A moda de alternativas de compartilhamento também está ganhando força entre empresas que buscam novas formas de transporte aéreo executivo com menores custos. Para atender essa demanda, a Líder Aviação, tradicional empresa nacional de fretamento e venda de aeronaves, agora oferece aviões por um sistema de cotas.

É o “Líder Share”, um sistema de compra e custos sobre manutenção e operação da aeronave fracionado. Ao adquirir uma cota, cada comprador terá direito a uma determinada quantidade de horas de voo.

No modelo de compartilhamento oferecido pela empresa, a aeronave é dividida entre quatro cotistas, sendo a Líder uma das cotistas e a operadora do equipamento.

De acordo com a diretora geral de manutenção, fretamento e gerenciamento de aeronaves da Líder Aviação, Maria Lúcia Renault, esse formato, como nos Estados Unidos e Europa, aumenta a segurança da operação, que fica submetida às regras do táxi-aéreo. “Ao contrário dos demais programas do mercado, nós é que somos os responsáveis legais pela aeronave, e não o proprietário. Isso dá aos cotistas a garantia de que seguiremos rigorosamente toda a legislação aeronáutica”, afirma.

Como explica Maria Lúcia, empresas utilizam aeronaves executivas “como uma ferramenta de trabalho para ganhar tempo e otimizar negócios”. Entretanto, administrar um avião ou helicóptero envolve custos fixos com tripulação, seguro, hangaragem, entre outras despesas. “Para que uma aeronave ofereça o retorno esperado, é preciso lidar com uma série de questões, que incluem desde as manutenções preventivas ao treinamento da tripulação. Com o compartilhamento, esses investimentos são divididos entre os proprietários”, conta.

A Líder Aviação oferece jatos da Bombardier, como o Global 8000 (Bombardier)
A Líder Aviação oferece jatos da Bombardier, como o Global 8000 (Bombardier)

Pela sistema de negociação do Líder Share, o cliente não compra uma parte da aeronave, mas um direito de uso do aparelho. Dessa forma, o comprador sabe exatamente quanto vai gastar e tem a previsibilidade do fluxo de custos. “O cotista pode optar por contratos de um a cinco anos, de acordo com sua necessidade. Isso facilita o planejamento”, conclui Maria Lúcia.

O valores variam de acordo com a aeronave selecionada pelos cotistas no inventário da Líder Aviação. A empresa oferece, por exemplo, jatos executivos da Bombardier e badalado HondaJet.

Veja mais: Avião executivo “popular”, monojato da Cirrus estreia neste mês

Total
0
Shares
Previous Post
Estranho, mas revolucionário: o SF50 tem bom desempenho e leva até 7 passageiros (Cirrus Aircraft)

Executivo “popular”, monojato da Cirrus estreia neste mês

Next Post
O primeiro protótipo do jato russo MC-21 deve decolar somente em 2017 (UAC)

Rússia apresenta avião comercial para brigar com Airbus e Boeing

Related Posts