FAB nega “quase choque” entre aviões da Azul e Gol na Bahia

Aeronaves ficaram a apenas 4 km de distância no ar; controlador aéreo foi afastado temporariamente pela FAB
Uma aeronave passou por baixo da outra a uma distância de apenas 60 metros (Foto - Divulgação)
Uma aeronave passou por baixo da outra a uma distância de apenas 60 metros (Foto – Divulgação)
Uma aeronave passou por baixo da outra a uma distância de apenas 60 metros (Foto - Divulgação)
Uma aeronave passou por baixo da outra a uma distância de apenas 60 metros (Foto – Divulgação)

Dois aviões comerciais que sobrevoavam o estado da Bahia na tarde de domingo (28) ficaram a 4 quilômetros de distância um do outro em pleno ar. As aeronaves envolvidas foram um Boeing 737 da Gol e um ATR-72 da Azul.

O incidente aconteceu por volta das 15h40. O avião da Gol (voo Gol 1884) havia decolado de Salvador e seguia em direção ao Aracaju (SE), enquanto a aeronave da Azul (voo AD 2662) chegava a capital baiana após decolar de Barreiras (BA).

O site FlightRadar24 teve acesso a gravação de rádio entre o comandante da Boeing da Gol e a torre de controle do aeroporto Luis Eduardo Magalhães, de Salvador. “Torre, Gol 1884 encontrou tráfego aqui a 200 pés (60 metros) passando aqui embaixo”, avisou o piloto, que recebeu uma resposta padrão com coordenadas de voo.

Na sequencia, a operado é reprendida pelo comandante da Gol: “Precisamos de algo imediato. Tem que encontrar um eixo (caminho) aqui pra gente livre de colisão, minha querida”. A controladora de tráfego aéreo, que não teve seu nome revelado, foi preventivamente afastada pela Força Aérea Brasileira (FAB) da função – esse procedimento é padrão e perdura enquanto as investigações sobre o incidente são realizadas.

As duas aeronaves envolvidas no incidente são equipadas com o TCAS, equipamento que detecta o tráfego aéreo nas proximidades e avisa aos comandantes que desviem suas rotas, justamente com o intuito de evitar colisões. No entanto, nenhuma das companhias citou se houve algum alarme emitido pelos sistemas.

Aeronaves da Azul e Gol voavam em altitudes muito próximas, mas distantes lateralmente (Infográfico - Airway)
Aeronaves da Azul e Gol voavam em altitudes próximas, mas distantes lateralmente (Infográfico – Airway)

A Gol informou que a aeronave que fazia o voo G3 1884 “se manteve durante todo o trajeto a uma distânia segura de outras aeronaves, não havendo nenhum alerta dos sistemas de bordo. A Azul, por sua vez, ainda está apurando a ocorrência.

Segundo informações do FlightRadar24, no momento da quase colisão, quando um avião passou por baixo do outro, o Boeing da Gol estava a 700 km/h e o ATR da Azul voava a 400 km/h. Juntas, as duas aeronaves podem transportar 250 passageiros.

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
8 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
luiz
6 anos atrás

nossa que sufoco

Luiz Esteves
Luiz Esteves
6 anos atrás

Olá, Thiago, tudo bem? Olha só, corrija a linha da reportagem :AVIÕES DA AZUL E GOL QUASE COLIDEM NA BAHIA

A distância entre as aeronaves, 30 metros, não seria menor 5 vezes “menos” e não “mais” que o permitido?

luiz
6 anos atrás

ola thiago parabens pela materia esse é um dos melhores sites de aviação da atualidade

Assur Neto
Assur Neto
6 anos atrás

Sobrepondo as imagens que obtidas no histórico de voo do Flightradar24 deu pra ver que a distância vertical realmente ficou por volta dos duzentos pés. Mas a lateral foi realmente por volta de 4 km. Não deixa de ser um susto.

paulo
paulo
6 anos atrás

onde eu moro aqui na minha regiao eu vi na tarde de domingo uma coisa muito esquesito em relaçao de 2 avioes que estava incrivelmente um em cima do do outro na mesma direçao um tava mais rapido que o outro seguindo o mesmo caminho agora nao sei dizer se esse episodio que nao so eu mais outra pessoas viram na tarde de domingo perto da mesma hora citado em cima so que os aviaos estavam no sentido sul passando pela cidade de tatui………

Luan
Luan
6 anos atrás

A Gol opera com boeing 737-600?

Previous Post
Jumbo era o nome de um enorme elefante africano que ganhou fama no Zoológico de Paris (Boeing)

Boeing vai reduzir o ritmo de produção do 747-800

Next Post
O Gripen C/D é diferente da versão "NG", que será entregue a FAB a partir de 2019 (Foto - Força Aérea da Suécia)

Ajuste fiscal faz FAB suspender caça “tampão”

Related Posts
Total
0
Share