FAB programa aposentadoria dos Hercules para 2024

Brigadeiro da FAB diz em entrevista que os Hercules devem ser desativados em três anos e prevê conclusão das entregas do KC-390 para 2027
Hercules - FAB
Os Hercules são operados pela Força Aérea Brasileira desde 1964 (FAB)

“Cavalos de carga” da Força Aérea Brasileira (FAB) há quase 60 anos, os C-130 Hércules devem sair de cena em 2024. A informação foi antecipada pelo Major-Brigadeiro Valter Borges Malta, presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), em entrevista ao programa CB Poder do Correio Braziliense e TV Brasília.

O militar também comentou sobre a troca dos antigos turboélices pelos novos KC-390 Millennium. “Isso está acontecendo concomitantemente, a entrada das aeronaves KC-390 e a remoção das aeronaves C-130”, acrescentando que os 28 cargueiros da Embraer encomendados pela FAB serão entregues até 2027, se houver “cadência orçamentária”.

“O grande propósito do KC-390 é substituir a aeronave C-130, que já está com uma idade bastante avançada”, afirmou o Major-Brigadeiro.

“Está com hora de voo muito custosa, há dificuldade de achar as peças no momento correto. Isso vai fazendo com que a operação com o C-130 se torne onerosa”, disse o presidente do COPAC.

Segundo o militar, a FAB possui atualmente 22 aeronaves C-130, “mas nem todas elas estão em condições de operar”.

Os Lockheed Martin C-130 Hercules voam com a FAB desde 1964. Ao longo dos anos, a Força adquiriu 29 aeronaves do tipo em diferentes lotes, nas versões E e H (os C-130H posteriormente foram elevados para o padrão M). Essa frota inclui três modelos já desativados SC-130E, especializados em operações de busca e salvamento, e dois KC-130H de reabastecimento aéreo, que seguem ativos.

Veja mais: Conheça os concorrentes do Embraer C-390 Millennium

Total
219
Shares
Previous Post

Sikorsky quer fornecer helicópteros inovadores para as Forças Armadas dos EUA

Next Post
A Lufthansa encomendou mais 20 jatos A350-900 (Lufthansa)

Chefão da Lufthansa fala em mudar pedidos de aviões e admite conversa com Embraer

Related Posts