Gol recebe aprovação inicial de Tribunal de Falências dos EUA

Companhia aérea entrou com pedido de reestruturação financeira após acumular dívidas bilionárias
Boeing 737 MAX 8 da Gol (Divulgação)

A Gol Linhas Aéreas anunciou nesta segunda-feira (29) ter obtido a aprovação do Tribunal de Falências do Distrito Sul de Nova York dos Estados Unidos para ir em frente com seu plano de reestruturação financeira anunciado em 25 de janeiro.

Segundo a empresa, o Tribunal dos EUA aprovou de forma preliminar que sejam acessados parcialmente os US$ 950 milhões de financiamento concedido por membros do grupo Abra, holding que controla a Gol e a Avianca.

A aprovação final para receber o financiamento deverá ser obtida em novas audiências em Nova York. Por enquanto, a companhia aérea terá acesso a uma parcela desse valor para que ela continue operando sua malha de voos.

O processo de recuperação financeira gerido nos EUA, o chamado “Capítulo 11”, prevê a renegociação de dívidas da empresa com centenas de credores, entre diversos arrendadores de suas aeronaves.

Segundo dados do Ch-Aviation, a Gol só é dona de dois dos 139 Boeing 737 que opera. A maior arrendadora é a AerCap, da Irlanda, que tem 30 jatos alugados pra a companhia aérea brasileira.

Siga o AIRWAY nas redes: WhatsApp | Facebook | LinkedIn | Youtube | Instagram | Twitter

Celso Ferrer, CEO da empresa aérea (GOL)

“Estamos satisfeitos com o início bem-sucedido da nossa reestruturação financeira legal. A obtenção da autorização do Tribunal dos Estados Unidos para acesso a novos financiamentos permitirá à GOL continuar operando normalmente, conforme prevíamos”, afirma Celso Ferrer, CEO da Gol.

A empresa tem buscado tranquilizar seus clientes e o mercado lembrando que o processo do Capítulo 11 já foi usado por outras companhias aéreas que tiveram sucesso em aprovar planos de recuperação como a LATAM e a Avianca.

Apesar disso, as ações da empresa aérea continuaram derretendo na Bolsa de Valores B3. Apenas nesta segunda-feira, 29, o valor caiu 33% após a Gol revelar que suas dívidas são maiores do que previsto.

 

Total
0
Shares
Previous Post

United Airlines quer mais A321neo para o lugar do 737 MAX 10

Next Post

Força Aérea Checa oficializa encomenda de 24 caças F-35 Lightning II

Related Posts
Total
0
Share