HondaJet já está pronto para ser certificado

Fabricante afirma que cumpriu todos os requisistos e testes para iniciar vendas do jatinho
O HondaJet já acumula mais de 100 pedidos pelo mundo (Honda Aircraft Company)
O HondaJet já acumula mais de 100 pedidos pelo mundo (Honda Aircraft Company)

O HondaJet já acumula mais de 100 pedidos pelo mundo (Honda Aircraft Company)

O HondaJet já acumula mais de 100 pedidos pelo mundo (Honda Aircraft Company)

O Hondajet está próximo de ser liberado para seus primeiros clientes. A fabricante japonesa anunciou na última semana durante a BBAA, feira de avialção executiva em Las Vegas, ter cumprido todos as exigências do teste de função e confiabilidade (F&R, em inglês) da FAA, o órgão de administração aviação dos Estados Unidos.

“Dentro de alguns dias, a Honda Aircraft Company concluirá os testes da Federal Aviation Administration (FAA) que levarão ao certificado de tipo do HondaJet e ao início das operações”, afirmou o CEO e Presidente da Honda Aircraft Company, Michimasa Fujino.

Os testes de função e confiabilidade simulam operações típicas de voo em um novo projeto de aeronave. Os testes incluem decolagens, pousos, operações de sistema, casos de falhas, aproximações, bem como operações em ambientes quentes, frios e úmidos. Isso garante que a aeronave, incluindo seus componentes e equipamentos, seja confiável e que funcione de maneira adequada. Como parte dos testes de F&R, o HondaJet realizou missões para 54 aeroportos, de 31 estados do território continental dos EUA.

Em outubro, a Honda concluiu todos os testes de voo para o certificado Parte 23 (Part 23 certification). O programa de teste de voo excedeu um total de 3.000 horas de voo e os ensaios foram conduzidos em mais de 70 localidades dos EUA.

HondaJet no Brasil

O jatinho da Honda foi apresentado pela primeira vez no país em agosto deste ano, durante a Labace 2015 no aeroporto de Congonhas (SP) e já conseguiu seus primeiros clientes no país, como informou a Líder Aviação, representante da empresa japonesa no mercado brasileiro.

Concorrente direto do Embraer Phenom 100, um dos principais aparelhos no segmento Very Light Jet (VLJ), o HondaJet aparece com soluções inovadoras. A mais notável são os motores montados em suportes acima das asas e não na fuselagem, como é comum em jatos executivos. Essa configuração aumenta o espaço na cabine, principalmente na parte traseira.

O HondaJet pode transportar até seis passageiros (Honda Aircraft Company)
O HondaJet pode transportar até seis passageiros (Honda Aircraft Company)

O jato da Honda pode transportar entre quatro e seis passageiros (o Phenom 100 leva até sete passageiros) e tem alcance de 2.185 km, o suficiente para voar de São Paulo (SP) até Recife (PE), ou quem sabe até Miami com cerca de quatro escalas. Segundo dados da fabricante, o HondaJet alcança a velocidade máxima de 778 km/h e opera na altitude de 13 mil metros.

Durante a Labace 2015, o HondaJet foi anunciado por US$ 4,5 milhões, valor que supera o do Phenom 100, avaliado em cerca de US$ 3,9 milhões.

Veja mais: Conheça todos os detalhes do HondaJet

Total
0
Shares
Previous Post
A Avianca Brasil opera com o Fokker MK-28 desde 2006 (Avianca)

Avianca anuncia aposentadoria dos jatos Fokker 100

Next Post
Os Osprey viajaram mais de 9.000 km entre os EUA e o Rio de Janeiro (US Marine Corps)

Exóticos Osprey completam voo recorde até o Brasil

Related Posts