LATAM reincorpora seu décimo Boeing 777-300ER

Aeronave arrendada havia sido devolvida ao proprietário, mas retornou ao Brasil estreando a nova pintura da companhia aérea
O primeiro Boeing 777-300ER da LATAM com a nova pintura (Reprodução/Twitter)
O primeiro Boeing 777-300ER da LATAM com a nova pintura (Reprodução/Twitter)

A LATAM voltou a contar com 10 aeronaves Boeing 777-300ER em sua frota após reincorporar uma unidade que havia sido devolvida à empresa de leasing em abril. Trata-se do PT-MUI, jato que retornou ao Brasil nesta sexta-feira (09), segundo informações do site Ponte Aérea.

A novidade é que o birreator recebeu a nova pintura da companhia aérea, o primeiro do tipo a exibir sua identidade visual – os demais aviões ainda voam com o esquema de cores da TAM. A imagem acima, que circula em grupos de Whatsapp, mostra a aeronave no Aeroporto de Confins após chegar do exterior.

Com configuração para transportar até 379 passageiros em duas classes, o Boeing 777-300ER é a maior aeronave da LATAM, porém, quase deu adeus à frota no período da crise econômica no Brasil. Com layout antigo e pouco eficiente, o jato não atende os novos padrões da companhia e chegou a ser carta fora do baralho nos seus planos, mas a retomada do movimento internacional fez a LATAM decidir mantê-los por mais tempo e inclusive realizar uma reforma na cabine de passageiros.

O projeto de retrofit da LATAM, que inclui outros aviões como a família A320 e também o Boeing 787 e Airbus A350, consumirá R$ 1,6 bilhão e se prolongará até 2021.

Encomenda da TAM

Os primeiros Boeing 777-300ER da companhia aérea foram encomendados ainda nos tempos da TAM. Os primeiros quatro exemplares foram adquiridos em 2006 e logo no ano seguinte a empresa brasileira fez um novo pedido à Boeing para mais quatro unidades. Na época, o 777 substituiu o Airbus A330-200 nas rotas mais movimentadas da TAM para o exterior.

Veja também: LATAM vai revezar seus jatos na rota São Paulo-Orlando na alta temporada

Os nove 777-300 remanescentes continuam a exibir o visual da TAM

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sérgio Cavalcanti
Sérgio Cavalcanti
3 anos atrás

Por coincidência li essa matéria a uns dois dias atrás e ontem e embarquei de Miami para Guarulhos neste avião. Posso afirmar que é uma lata velha nos ares, sistema de entretenimento não funciona, precisou ser re iniciado varias vezes e mesmo assim não funcionou. Quando o passageiro da frente baixa sua poltrona, sua mesa não abre, além de ter os assentos puídos. Acho que só deram uma mal de tinta por fora. Latam para voos internacionais não compensa.

Previous Post
Quadro de Berbardino de Souza representando o momento em que Bartolomeu de Guzmão apresentou o aeroestato a corte de Portugal

Aeróstato voou bem antes do 14-bis e colocou um brasileiro na história

Next Post
(SAAB)

Gripen NG completa primeiro voo com míssil de longo alcance

Related Posts