Lufthansa Cargo encerra operação com o MD-11F

Companhia aérea realizou último voo com o trirreator cargueiro no domingo 17, após mais de 23 anos de serviço
O último MD-11F que operava na Lufthansa Cargo é recebido no domingo em Frankfurt (Lufthansa Cargo)

A Lufthansa Cargo aposentou seu último MD-11F no domingo, 17. A aeronave de três motores produzida pela McDonnell Douglas (atual Boeing) encerrou uma carreira de mais de 23 anos na divisão de cargas da carrier alemã.

O voo derradeiro do MD-11F D-ALCC decolou do Aeroporto John F. Kennedy em Nova York com destino a Frankfurt. Ele é o último avião desse modelo registrado na Europa e agora será vendido para uma companhia cargueira dos EUA.

“Somos muito gratos à nossa frota de MD-11F por mais de duas décadas de serviço. Sabemos que esta aeronave em particular tem um número incrível de fãs, tanto em nossos colegas da Lufthansa quanto entre os entusiastas da aviação em todo o mundo”, disse Dorothea von Boxberg, Presidente do Comitê Executivo e CEO da Lufthansa Cargo.

“O fator decisivo para a introdução do MD-11F na Lufthansa Cargo no final dos anos 90 foi sua eficiência de combustível significativamente melhor em comparação com cargueiros de grande porte usados anteriormente. No futuro, contaremos com o Boeing 777F pela mesmo razão”, completou.

O jato trimotor foi operado por mais de 23 anos na divisão de carga da empresa alemã (LC)

Os dois primeiros MD-11F, versão cargueira do widebody de longo alcance, foram recebidos pela Lufthansa Cargo em junho de 1998. Em agosto daquele ano o avião prefixo D-ALCC que acaba de se aposentar foi entregue à empresa.

No total, a Lufthansa operou 19 jatos MD-11F, incluindo o último produzido pela Boeing (D-ALCN) e o último entregue pela fabricante (D-ALCM).

Com 61,2 metros de comprimento e 51,7 metros de envergadura, o MD-11F pode transportar até 94,7 toneladas de carga. Desde 2013, a Lufthansa Cargo tem recebido os bimotores Boeing 777F para substituir o famoso tri-jato em suas rotas de longa duração.

Segundo o Planespotters, há pouco mais de 100 MD-11 ativos no mundo, a maior parte deles nos EUA em companhias como FedEx, UPS e Western Global Airlines, além de algumas dezenas de aeronaves armazenadas em condições de voltar a voar.

Há pelo menos 100 jatos MD-11F em operação no mundo (Aero Icarus)

Total
29
Shares
Previous Post

Turquia diz ter recebido oferta de 40 caças F-16 dos EUA

Next Post

Embraer fecha parceria com empresas Fokker

Related Posts