Turquia diz ter recebido oferta de 40 caças F-16 dos EUA

Venda seria uma compensação pelo investimento do país no programa F-35, do qual foi excluído. Rússia fez proposta alternativa que inclui os caças Su-35 e Su-57
F-16 turco (Jerry Gunner)

O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, afirmou no domingo que os EUA fizeram uma oferta de venda de 40 caças Lockheed Martin F-16 ao país como compensação pela exclusão no programa F-35.

Segundo Erdogan, a Turquia investiu US$1,4 bilhão para adquirir mais de 100 jatos F-35, de 5ª geração. No entanto, o governo dos EUA removeu o país do programa após a compra do sistema de mísseis de defesa S-400, da Rússia.

O suposto acordo também seria uma forma de impedir que a Turquia feche negócio com a Rússia para receber os caças Sukhoi Su-35 e Su-57. A proposta russa é considerada uma alternativa caso os EUA se neguem a fornecer jatos F-16.

“Se os Estados Unidos não aprovarem um acordo com os F-16s após a problema com os F-35, a Turquia nçao terá altenartiva. A hipótese dos aviões Su-35 e Su-57 pode voltar a ser considerada a qualquer momento “, disse o responsável pela Defesa da Turquia, Ismail Demir na segunda-feira.

A Força Aérea Turca é um tradicional cliente de fabricantes ocidentais. A frota de jatos de combate do país reúne 48 antigos caças F-4E Phantom e uma frota significativa de 245 caças F-16C/D e que estão sendo modernizados.

Caça Su-57: Rússia tem interesse em fornecer jato para a Turquia (UAC)

Muito próxima dos países do Oriente Médio como Síria, Iraque e Israel e também vizinha de nações sob influência russa, a Turquia é um fiel da balança para o equilíbrio de forças na região.

Total
22
Shares
Previous Post

Último A380 da ANA voa para o Japão um ano após ser entregue

Next Post

Lufthansa Cargo encerra operação com o MD-11F

Related Posts