Maior cliente da Boeing, Southwest encomenda mais 255 jatos 737 MAX

Novo contrato de compra eleva a carteira de pedidos da Southwest para 200 jatos 737 MAX 7 e 180 737 MAX 8
Boeing 737 MAX 8 - Southwest Airlines
A Southwest Airlines pode adquirir mais de 600 jatos 737 MAX até 2031 (Southwest Airlines)

Dona de uma frota com mais de 700 jatos Boeing 737, a Southwest Airlines confirmou hoje (29) um novo pedido firme de 100 aviões e 155 opções de compra de aeronaves da família 737 MAX. O valor da negociação não foi divulgado.

O novo contrato de compra eleva a carteira de pedidos da Southwest para 200 jatos 737 MAX 7 e 180 737 MAX 8, dos quais mais de 50 exemplares já foram entregues. A empresa americana também terá 270 opções para qualquer um dos dois modelos. A companhia ainda acrescentou que pode adicionar mais jatos por meio de locadores terceirizados.

A gigante low cost dos EUA diz que tomou a decisão sobre o novo pedido depois de avaliar e confirmar a capacidade da Boeing e de seus fornecedores em produzir mais 600 jatos 737 MAX para a companhia aérea até 2031.

Com o novo acordo, a empresa americana indica que deve renovar toda sua frota até o início da próxima década. Segundo dados compilados pelo Airfleets, constam como ativos em nome da Southwest 400 jatos 737-700 e 207 737-800, ambos da série NG, além de 52 737 MAX 8 – outros 96 modelos 737-700 NG são listados como estacionados ou armazenados.

Boeing 737 MAX - Southwest Airlines
A Southwest possui mais de 700 jatos Boeing 737, entre eles cerca de 50 modelos 737 MAX 8 (Southwest Airlines)

Em comunicado, a Boeing afirma que o 737 MAX 7 (que ela chama de “737-7”) atende às necessidades da Southwest por um avião com até 150 assentos. “A companhia reafirmou o 737-7 como seu avião de reposição e crescimento preferencial”, diz a fabricante, acrescentando que o MAX 7 irá “complementar o 737-8” na demanda da empresa por um modelo para 175 passageiros.

A Boeing diz que os dois modelos MAX 7 e MAX 8 reduzirão o uso de combustível e as emissões de carbono “em pelo menos 14%” comparado aos jatos da série NG que serão substituídos pela Southwest.

“A Southwest Airlines opera a série Boeing 737 há quase 50 anos e a aeronave fez contribuições significativas para nosso sucesso incomparável. O compromisso de hoje com o 737 MAX solidifica nossa apreciação contínua pela aeronave e confirma nossos planos de oferecer a série de aeronaves Boeing 737 aos nossos funcionários e clientes nos próximos anos ”, disse Gary Kelly, presidente e CEO da Southwest. “Estamos orgulhosos de continuar nossa tradição de ser o maior operador mundial de uma frota totalmente Boeing.”

Como parte do acordo, a Southwest também adotará mais soluções digitais da Boeing para apoiar a frota de jatos 737 MAX, incluindo os programas Airplane Health Management, Maintenance Performance Toolbox e ferramentas de navegação digital. A fabricante também fornecerá atualizações de software de sistema e novos equipamentos que permitem comunicações sem fio entre o avião e equipes de manutenção da Southwest.

Southwest Airlines
A Southwest opera em mais de 100 bases nos EUA e em outros 10 países (Southwest Airlines)

“A Southwest Airlines há muito é líder e referência no setor de aviação civil e este pedido é um grande voto de confiança para viagens aéreas comerciais. À medida que a distribuição de vacinas continua aumentando, as pessoas estão voltando aos céus e alimentando esperanças de uma recuperação total e um crescimento renovado em nossa indústria ”, disse Stan Deal, presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes.

O diretor da divisão comercial da Boeing ainda ressaltou a importância do novo pedido em meio a retomada do 737 MAX, após a suspensão de segurança que durou quase dois anos. “Estamos profundamente honrados com a confiança contínua da Southwest na Boeing e no 737. A decisão de sua frota hoje traz mais estabilidade para nosso maior programa comercial e garantirá que toda a nossa família de 737 construirá novos aviões para a Southwest nos próximos anos.”

Total
37
Shares
Previous Post

Como a China fez do J-16 um caça melhor que o Sukhoi Su-30

Next Post

Inteligência artificial reduz em 90% os custos de “Achados e Perdidos” de aeroportos

Related Posts