Nova versão civil do Hercules completa primeiro voo

LM-100J é a variante comercial do C-130J Super Hercules, versão mais recente do cargueiro
A primeira entrega do LM-100J está programada para 2018; o primeiro cliente será uma empresa brasileira (Lockheed Martin)
LM-100J, versão civil do Super Hercules, ainda não estreou no serviço comercial (Lockheed Martin)
A primeira entrega do LM-100J está programada para 2018; o primeiro cliente será uma empresa brasileira (Lockheed Martin)
O LM-100J está programada para 2018; o primeiro cliente será uma empresa brasileira (Lockheed Martin)

O primeiro protótipo do avião de carga comercial Lockheed Martin LM-100J voou pela primeira vez nessa quinta-feira (25), na sede da fabricante em Marietta, no estado da Georgia, nos Estados Unidos. A nova aeronave é a versão civil do modelo mais recente do cargueiro militar C-130J, o “Super Hercules”.

“Este novo modelo irá desempenhar muitos papéis comerciais nas próximas décadas, como o serviço humanitário após desastres naturais e outros como resposta a acidentes nucleares, contenção de derramamento de óleo e combate a incêndios.Este avião também permitirá o desenvolvimento de áreas remotas, como mineração e petróleo e gás”, disse Wayne Roberts, piloto de testes da Lockheed Martin, que comandou o LM-100J no voo inaugural.

Os voos de teste e validação com o Hercules civil serão realizados até o início de 2018, quando a fabricante espera obter o certificado que autoriza a aeronave a realizar voos comerciais, emitido pela Administração Federal de Aviação (FAA) dos EUA.

O programa do Super Hercules civil foi iniciado em fevereiro de 2014 e o primeiro modelo começou a ser construído em abril de 2016. O lançamento da empresa norte-americana, tradicional no setor militar, marca o retorno do famoso cargueiro quadrimotor ao setor comercial com um novo produto. Entre 1964 e 1992, a Lockheed Martin produziu 114 L-100 Hercules, a primeira versão da aeronave destinada ao mercado civil.

Segundo a fabricante, a aeronave civil pode cumprir diversas tarefas semelhantes às dos modelos militares, como lançamento de cargas em voo e operações de combate a incêndios.

Primeiro operador será brasileiro

Conforme anunciado pela fabricante em julho de 2016, a primeira entrega do LM-100J está programada para 2018 e o cliente-lançador da aeronave será uma empresa do Brasil, a Bravo Industries, de transporte logístico. Ao todo, a Bravo encomendou 10 unidades do novo Hercules civil.

Veja mais: Produção do C-130 Hercules alcança 2.500 unidades

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Malveiro
Malveiro
5 anos atrás

Demorou! O Hércules sempre foi um ótimo equipamento, para ficar limitado a operações militares. Quem sabe reviver a antiga ponte aérea. Parabéns pelo avanço.

Ademar
5 anos atrás

Hum, hum… Empresa brasileira será a primeira a operar. Ora, não temos por aqui o KC 390? Será assim tão diferente e melhor? Hum, hum…

Jorge Peçanha
Jorge Peçanha
5 anos atrás

Ademar, essa é uma versão civil do Hércules. O KC-390 é uma avião militar, portanto possui outra aplicação. Provavelmente, a Embraer lance no futuro uma versão civil do KC-390, mas primeiro ela precisa começar as entregas do KC para se capitalizar.

Previous Post
A Ryanair possui a segunda maior frota de jatos Boeing 737 do mundo (Divulgação)

Ryanair venderá passagens para o Brasil

Next Post
Os primeiros voos do XS-1 estão programados para 2019 (DARPA

Boeing é convocada para construir “avião espacial”

Related Posts
Total
0
Share