Rival do Embraer C-390, primeiro Antonov An-178 de série está quase pronto

Fabricante ucraniana concluiu a montagem da estrutura da aeronave, que é destinada ao Peru
(Antonov)

Na última sexta-feira, 21 de agosto, a fabricante ucraniana recebeu jornalistas em sua sede em Kiev para apresentar a primeira aeronave multimissão An-178 de série, que entrou na fase final de produção. O modelo é destinado a polícia nacional do Peru, o cliente de lançamento do avião.

Segundo a fabricante, a aeronave ainda deve ser equipada com motores e equipamentos de navegação. A empresa não confirma, mas é esperado que a entrega do primeiro An-178 ao Peru seja realizada no início de 2021.

“Ao alcançar este excelente resultado, a empresa comemora mais um aniversário da independência da Ucrânia”, celebrou a Antonov Company em comunicado. A independência da Ucrânia, uma ex-república da União Soviética, foi declarada em 24 de agosto de 1991.

O Peru confirmou a compra de um An-178 em 2019 por US$ 65 milhões. O avião da Antonov venceu a licitação do governo peruano, que também analisou os turboélices Leonardo C-27J Spartan e o Airbus C-295. O bimotor ucraniano vai substituir um antigo An-32B operado pela policia nacional do Peru, um órgão dirigido pelo Ministério de Interior do país.

O primeiro An-178 ainda vai receber motores e equipamentos eletrônicos; entrega é esperada para 2021 (Antonov)

Para a Antonov, que enfrenta uma grave crise financeira e obtém a maior parte de sua receita fornecendo serviços de transporte de carga, o contrato com o governo peruano foi uma rara oportunidade para a fabricante gerar receita e movimentar sua cadeia de produção.

A produção do An-178 vem sendo conduzida sem o emprego de componentes fabricados da Rússia, que tiveram sua importação proibida pela Ucrânia em 2014. A ação dos ucranianos é uma retaliação aos russos, que em 2014 anexaram a região da Crimeia.

O An-178 pode transportar até 18 toneladas de carga, abaixo das 26 ton do Embraer C-390 Millennium (Julian Herzog – Wikimedia Commons)

O An-178 é o projeto mais recente da Antonov. A aeronave de transporte militar de curto e médio foi alcance foi desenvolvida a partir do jato comercial An-158. O primeiro protótipo voou em 7 de maio de 2015, três meses após o voo inaugural de seu principal concorrente, o Embraer C-390 Millennium (realizado em 3 de fevereiro de 2015).

Com 32 metros de comprimento por 30 m de envergadura, o Antonov An-178 é capaz de transportar até 18 toneladas de cargas a uma altitude de 12.000 m e velocidade de cruzeiro de 825 km/h. O avião também pode ser utilizado no transporte de forças militares, com capacidade para 90 soldados ou 84 paraquedistas, ou na recuperação de até 78 feridos.

“Em uma emergência, o Antonov An-178 pode ser usado para evacuar populações de zonas de desastres naturais, transportar feridos e esquadrões de resgate”, observa a empresa em seu site. O jato militar também é projetado para pousar e decolar em vários tipos de aeródromos, incluindo pistas de terra.

Compare o An-178 com o KC-390, da Embraer
Compare o An-178 com o KC-390, da Embraer

Veja mais: De mal com a Rússia, Antonov busca parceiros na Turquia

 

Total
25
Shares
Previous Post

Fokker já tentou converter jato regional para pousar em porta-aviões

Next Post

Emirates Airline está perto de reduzir seu pedido de jatos 777X

Related Posts