Rússia vai apresentar caça “secreto” neste mês

Antigo protótipo será revelado no festival aéreo de Zhukovsky, próximo a Moscou; aeronave deveria concorrer com o F-22
O projeto do MiG 1.44 foi iniciado ainda nos tempos da antiga URSS (Foto - Força Aérea da Rússia)
O projeto do MiG 1.44 foi iniciado ainda nos tempos da antiga URSS (Foto – Força Aérea da Rússia)
Protótipo do MiG 1.44, que voou no ano 2000. A versão final do caça deve conter mudanças significativas (Foto - Força Aérea da Russa)
Protótipo do MiG 1.44, que voou no ano 2000. A versão final do caça deve conter mudanças significativas (Foto – Força Aérea da Russa)

O governo da Rússia está prestes a revelar um segredo que vem guardando há quase 30 anos. Segundo a rede de televisão Zvezda, o ministério de defesa de Moscou, liberou a apresentação do MiG 1.44 neste mês durante o festival de aviação MAKS em Zhukovsky, cidade próxima a capital. O caça, que não foi desenvolvido, era tido como a aeronave que iria rivalizar com o Lockheed F-22 “Raptor”, dos Estados Unidos.

O modelo vem sendo estudado desde o início dos anos 1980 e um protótipo, pelo pouco que foi divulgado pelos militares russos, voou em 29 de fevereiro de 2000. O MiG atendia a um pedido da Força Aérea da Rússia para um caça de alta performance e “furtivo”, ou seja, que pode enganar radares inimigos e ficar invisível nas telas.

A fabricante manteve o projeto em sigilo por todos esses anos, mas ao longo do tempo foi divulgando detalhes sobre o caça.O modelo poderia alcançar a velocidade máxima de 2.900 km/h e voar acima dos 20.000 metros. O voo de cruzeiro, velocidade em que o avião é mais eficiente, seria supersônico e o avião poderia atacar até 10 alvos ao mesmo tempo.

Como o F-22, o caça russo levaria seus armamentos, como mísseis e bombas, escondidos dentro da fuselagem para se “camuflar” em meio as ondas de radar. Desta forma, a aeronave poderia invadir um espaço aéreo hostil e atacar seu objetivo sem ser detectado.

O evento de apresentação onde o caça será apresentado começa no dia 25 de agosto. O presidente da Rússia, Vladimir Putin, tem presença confirmada na exibição.

Veja mais: Rússia vai retomar produção do bombardeiro Tu-160

Total
1
Shares
0 0 votes
Article Rating
41 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clovis
Clovis
6 anos atrás

O Projeto 1.44 da Mikoyan não foi cancelado em 2000 ? Ou isso foi aparentemente uma manobra para efetivamente esconder o desenvolvimento do caça?

Abraço

alexxxei
alexxxei
6 anos atrás

IXIIII os russos tem q comer muito “arroz com feijao” ou se quiserem, encher muito a cabeça de Stolichnaya para fazer aviões de excelência igual fazem os americanos..

estao beeeeeeeeeeem distantes…

hsahhsh

Luiz Antonio
Luiz Antonio
6 anos atrás

Tecnologia completamente ultrapassada. Os russos provavelmente realizaram um up-grade em projeto de 30 anos atrás. Seria mais ou menos como um Tigger F-5 dos anos 70 modernizado para o padrão FAB F-5M. Em engenharia existem sonhos realizáveis, mas milagres só em outros planos de existência. Para concorrer com um F-22? O Raptor ainda não tem concorrentes no mesmo nível, apenas “cópias não controladas”. chinesas e russas. Algumas “viúvas” vão vibrar, mas é só fricote.

Eduardo
Eduardo
6 anos atrás

Se tiver esse visual da foto, talvez não seja tão furtivo assim, pois tem muitas linhas retas. E parece com um modelo que já é fabricado pelos chineses, o J-20. Não duvido nada que os xinglings tenham clonado secretamente esse avião (eles clonaram os Sukhois 27. Na verdade, acho que essa exposição terá mais um caráter histórico do que propriamente apresentará algo novo.

GERSON
GERSON
6 anos atrás

É INTERESSANTE A GENTE NOTAR QUE A RÚSSIA NÃO É UMA ECONOMIA COMO A BRASILEIRA, MAS TEM UMA CAPACIDADE TECNOLÓGICA EQUIVALENTE OU SUPERIOR AOS AMERICANOS, QUANDO SE TRATA DE TECNOLOGIA BÉLICA. A CONCLUSÃO QUE SE TIRA É QUE O BRASIL NÃO É LÁ ESTA SÉTIMA ECONOMIA MUNDIAL. ALGUMA COISA ESTÁ ERRADA NESTA HISTÓRIA.

frederico
frederico
6 anos atrás

deve ser parecido com o j-31 já que esse caça foi desenvolvido em cooperação com a corporação Shenyang que adotou varias ideias do mig

Marcellus
Marcellus
6 anos atrás

É o Raposa de Fogo, filme de 1982 dirigido por Clint Eastwood

André
André
6 anos atrás

Sukhoi PAK FA, sem mais.

Rodolpho Loreto
Rodolpho Loreto
6 anos atrás

Este programa foi superado pelo Su-47 e Su-50. Infelizmente para o mundo livre, a URSS – Sim, ela nunca deixou de existir. – está com tecnologia muito superior.

Mario
Mario
6 anos atrás

ALEXXXEI FALASTES BESTEIRA, JÁ OUVIU FALAR DO PROJETO SUKHOI T-50 ???

Asa
Asa
6 anos atrás

Evidente que a Rússia detêm tecnologia bélica de ponta. Ao contrário do Brasil,que é um pacifista e não intervencionista. Depois de quase 50 anos de Guerra Fria e corrida espacial e armamentista, não há o que se comparar. Mas até que não estamos tão mau na fita. Dominamos o ciclo do urânio (se um dia o país entender a necessidade de romper tratados e ter a bomba, em 36 meses é possível) e a Embraer tem aviões no mundo todo. Falta o domínio da tecnologia de lançamento de satélites, cujo programa foi pra geladeira, lamentávelmente.

Gilson soares
Gilson soares
6 anos atrás

Tem que comer arroz kkkk, você sabe como os astronautas estão indo para estação espacial internacional??
nos foguetes Russos, os americanos nas estorias das gueras ta quase igual as gestão do PT no brasil, muita fara só para os coitados rsss.

marcos
marcos
6 anos atrás

Mais uma carroça russa com tecnologia obsoleta.
Só para terceiro mundo…

JOSSIMAR
JOSSIMAR
6 anos atrás

Segundo os comentários, brasileiro é tudo comédia ou acha que são engenheiros aeronáuticos. Os caras ficam contestando a capacidade tecnológica de país de primeiro mundo sem saber de bulhufas nenhuma. Vamos estudar galera ( deixem de ser puxa saco dos EUA ) Quem sabe não surja no Brasil um Wernher von Braun ( o cientista alemão que ajudou os americanos a chegar a lua ) !

Jay
Jay
6 anos atrás

Agora nao e’ mais secreto.

Carlos
Carlos
6 anos atrás

“IXIIII os russos tem q comer muito “arroz com feijao” ou se quiserem, encher muito a cabeça de Stolichnaya para fazer aviões de excelência igual fazem os americanos..”

É mesmo! O Brasil sim sabe fazer aviões. A Rússia nada sabe.

Jose Pernambucano
Jose Pernambucano
6 anos atrás

Não posso dizer nada, não conheço nada, u única coisa que sei é que nada sei. E olha que não sou petista hein!!!!!!!

Mauro Morrissy
Mauro Morrissy
6 anos atrás

Apenas como exemplo e para os que não sabem, o F-15, o principal caça de superioridade aérea dos EUA, Israel, Arábia Saudita e Japão até hoje em atividade, teve como base principal para o sucesso de seu projeto, a tecnologia do MIG-25 capturado quando desertou para o Japão, em 1976. É claro que atualmente com versões aprimoradas. Portanto, não subestimem a capacidade russa em desenvolver equipamentos de primeira linha na área militar.

Cesar
Cesar
6 anos atrás

Tem muita espuma nas noticias que os russos fazem divulgar sobre seus projetos militares e também no que de fato produzem. São mestres nisso.

Aldair
Aldair
6 anos atrás

Fico lendo comentários aqui,debochando a Rússia e até tenho vontade de rir.Amigos!se não fosse a antiga União Soviética durante a 2ª guerra,hoje o MUNDO estaria a mercê dos alemães como escravos.A URSS depois de ser envadida,bombardeada,humilhada em seu próprio país,deu a volta por cima e METEU o pé na bunda do Hitler e foi o PRIMEIRO a chegar na capital Berlim,no covil do ditador que dizem entrou em parafuso e suicidou.Não gosto de comunismo e muito menos de tal de Putin mas respeitem a Rússia em material bélico.Aqueles desinformados que tentam zoar aqui um recado.”Já ouviram falar de um fuzil AK-47?Sabem a origem dele? Parem de pagar pau pra americano porra!

Slash
Slash
6 anos atrás

Parece com o atual Eurofighter

Daniel
Daniel
6 anos atrás

Muitos idiotas criticando o caças russo.

Pois saibam que a tecnologia aeroespacial russa é superior à americana.

Pra calar a bocas dos “paga paus” de americanos: Su-T50, SU-47, MIG 35, SU-35, MIG 1.44, e soyuz a qual os americanos a utiliza pra chegar até a ISS.

EUA. Puro marketing.

Anatolio Mamontow
Anatolio Mamontow
6 anos atrás

Se tecnologia norte americana prestasse para alguma coisa os F-22 não cairiam com tamanha frequência. Os F-22 têm mil defeitos e a maioria está “grounded” por determinação da própria Força Aérea Americana. Até um velho Mig-21 pode derrubar um F-16 dos arrotadores (americanos).

andrade
andrade
6 anos atrás

Quantidade enorme de puxa saco dos EUA que tem aqui hein?
Dizer que os Russos tem tecnologia obsoleta é demais, deve ser lavagem cerebral da cultura americana e da rede globo para os bobos.

nutre
nutre
6 anos atrás

Os americanos só tem fama…. porque os americanos respeita tanto os russos em questão bélica. Se eles são tão superior aos russos. Porque será??????

Enio
Enio
6 anos atrás

Aldair, voce bebeu água do vaso sanitario? Quem que deu todos equipamentos para os russos lutarem? USA, UK. Stalin era chamado de Tio Yosef.

Tem que estudar muito. Meu avo era russo e minha avó holandesa.

Meu avo dizia que sem os aliados não teria vitória contra os alemães.

carlos
carlos
6 anos atrás

Se a Russia fosse tão fraca, e atrasado em material bélico os Americanos ja tinham destruido Moscou,chega de fanatismo Americano

ERNESTO DIAS
ERNESTO DIAS
6 anos atrás

UM CAÇA SUPER ULTRAPASSADO COM 30 ANOS NÃO OFERECE NENHUMA
SURPREZA!
ATÉ O CAÇA SUECO É MELHOR QUE ESSE VOVÓ!

nacionalistas
nacionalistas
6 anos atrás

como reza reza a lenda tupy guarani dos charcos ira suguir,
um guerreiro imortal a enorme sucuri!!
somos tao menos ate nos pensamentos!!!! infelizmente
levanta-te guerreiro Brasileiro..

Paulo
6 anos atrás

Aldair , você foi perfeito . Não subestimem esses caras , pois eles possuem tecnologia de ponta para dar e vender . Projetos espaciais , misseis , todos de 1ª linha , forças blindadas ( t-90) , enfim , não os subestimem , pois estão sempre renovando seus estoques bélicos numa velocidade incrível. Não os subestimem.

Roberto
Roberto
6 anos atrás

Vindo dos russos, que fabricam o carro Lada, nada me surpreende! Mas, este modelo ridículo de avião, mais parece aqueles aviões de papel que fazíamos na escola, pelo amor de Deus, deviam jamais ter publicado estas fotos! RIDÍCULO!!!

CapitãoCaverna
CapitãoCaverna
6 anos atrás

E nós aqui no Brasil como que ficamos em relação a tudo isso, somente como telespectadores? O que falta por aqui é inovação, é vender tecnologia para gringo, e mostrar que nossos engenheiros conseguem fazer coisas tão boas quantos eles, viver de exportar commodities é legal, mas temos potencial para mais. Queria ver essa motivação para ganhar um debate sendo utilizada para criar tecnologia melhor que a dos gringos.

DanielSilva
DanielSilva
6 anos atrás

Inacreditável o tanto de besteiras que escrevem alguns entusiastas do ex império soviético. Não duvido que na Rússia tenha algumas das melhores mentes do mundo, mais esquecem os seus entusiastas que eles são limitadíssimos no que diz respeito ao orçamento. Impossível competir com os americanos que tem orçamento quase “ilimitados” se comparados ao resto. Outro vem dizer que se não fosse a URSS a Alemanha teria ganho a guerra. Meu deus! Onde esses rapaz estudou história? Na cartilha socialista onde ele acha que aprendeu historia não dizia que através do programa Lend-Lease os americanos enviaram milhares de aviões, caminhões, tanques, locomotivas, vagões, alimentos em geral aos soviéticos. “Sem a produção americana as Nações Unidas nunca poderiam ter vencido a guerra.” Palavras de Joseph Stalin, durante a Conferência de Teerã, em 1943.

Leonardo
Leonardo
6 anos atrás

Esse pessoal que falam mal dos equipamentos russos não sabem de nada. Muitos não sabem, mas o pai desses aviões “furtivos” dos EUA é um russo chamado Petr Ufimtsev. Ele trabalhou na Lockheed e de seus conhecimentos em física e matemática saiu os aviões furtivos F-117 e Northrop com o B-2. Os russos sempre estiveram um passo a frente em termos de tecnologia. Basta ver que os EUA até hoje dependem de motores russos em seus foguetes. Fora que precisam dos russos para enviarem seus astronautas ao espaço.

J K
J K
6 anos atrás

o governo permitiu apresentar o caça que NAO FOI desenvolvido.
Fez 1 exemplar , e não usou. Vamos poder conhecer.

Tetsuo Shimura
Tetsuo Shimura
6 anos atrás

Em algum lugar no passado um líder americano teria dito que o melhor governo seria aquele que não governa ou intervem em empresas. Isto significa que a livre iniciativa consegue mais resultados que economias de governos como a brasileira, que só têm intenções, mas de prático nada. Este caça russo já participou de algum teatro bélico? Escrever mundos e fundos é a pratica dos incompetentes.

J. Machado
J. Machado
6 anos atrás

Ao “gênio” aí de cima; o primeiro vôo do F-15 se deu em 1972. Creio ser um tanto difícil ele ter copiado o Mig 25, até pela falta de videntes, rs….

Drailton
Drailton
6 anos atrás

O povo aqui fala cada besteira…
O povo acha que o F-22 é uma aeronave “Extraordinária”, quando na verdade é um grande elefante branco que os próprios americanos cancelaram sua produção devido a diversos problemas, entre eles a fraca camuflagem que não pode levar aguar

Um Su-35 é tão pário para o F-22, que os americanos resolveram modernizar o F/A-18, pois seria bem melhor, e mesmo assim tem uma tecnologia inferior os Su-35s, e porque não dizer do projeto Pak-Fa T-50, que o nosso “Asno-Presidencial” (LULA) fez o favor de virar as costas do convite para participar dessa tecnologia….

guerreiro
guerreiro
6 anos atrás

enquanto os russos enviam mais um foguete em direçao a estaçao internacional eu estou comendo aipim e assistindo o bumba meu boi. infelismente a cultura pro americana que influencia os acefalos.os manteem em posiçao inferior em termos de conhecimento.

Mauro Morrissy
Mauro Morrissy
6 anos atrás

J. Machado, considerando que o MIG-25 fez seu primeiro voo em 64 (entrou em operação em 70) e o F-15 fez seu primeiro voo em 72 (entrou em operação em 76), não é preciso ser muito inteligente para perceber que os americanos tiveram sempre um gap de no mínimo 2 anos para “observarem” de todas as formas os russos. O MIG-25 que desertou para o Japão em 1976 foi a “cereja do bolo” para os americanos acessarem diretamente e aperfeiçoarem detalhes (aviônicos, etc) do F-15. Repetindo: para muitos especialistas da área, foram adotadas ao longo do desenvolvimento do projeto do F-15, inúmeras características do caça russo, mas é claro que o avião NÃO É UMA CÓPIA. E também é claro que os americanos são detentores de uma extraordinária tecnologia. Satisfeito? Sugiro apenas que antes de tentar ser engraçado em seus posts, faça alguma pesquisa, nem que seja para ver quem realmente é o “gênio”, e para que este possa ser recolocado na garrafa e não escreva mais bobagens.

Anônimo
5 anos atrás

Tem tantos boqueteiros dos Estados Unidos aqui fica ate difícil comentar algo sobre aeronave russa vem ca amantes dos EUA “acho esse Sigla ridícula, como se a América fosse so deles”
Em fim quantos ml de porra os Estados Unidos gozam em suas bocas com a ajuda da mídia não sou engenheiro gostaria de ser para fazer pelo menos um drone para da força aérea mais nesse país essa profissão não vale apena pois existe uma certa EMBRAER que na minha opinião so faz porcaria ex-EMB A-29 Super tucano piada acho que qualquer caça a jato de 3G pode derrubar eles. Vou fazer uma pergunta depois vou ver se tem algo aver poucos dias atrás os EUA lançou a sua bomba não nuclear mais poderosa do se arsenal a pergunta e se a MOAB e tão poderosa assim porque eles usaram (Se eu não tiver certo me corrija) Ac-130 ao invés do imortalizado pela mídia B-2. Daria uma boa publicidade ne eles “A segunda bomba Não nuclear e lançada do bombardeiro mais midiático que so voa para fazer vídeo e postar no YouTube ou para testar armamento.O caça Russo mostrado na manchete acima e bom acho que muitos aqui julga um caça furtivo comparando com a geometria do F-22 ninguém garante que o Raptor e melhor que todos ele tem o efeito mídia muito intenso podemos ver nos filmes series alem de ele ter uma vantagem de tempo de fabricação em relação a seus rivais PAK FA e J-20 que agora era nos processos de incorporação da suas força aérea os teste com o Mig-1.44 a incorporação dele vai ser muito lento pois os Russos não ver necessidade de rivalizar com ninguém apenas divulgar seus projeto secreto

Previous Post
A Mectron, empresa da Odebrecht Tecnologia e Defesa, domina parte do conhecimento para produzir o míssil Exocet (Foto - MDBA Systems)

As armas (de verdade) do grupo Odebrecht

Next Post

Último KC-137, o famoso “sucatão”, será leiloado pela FAB

Related Posts
Total
1
Share