Um novo Tu-160 ganha os céus 40 anos após o primeiro voo do bombardeiro

A Tupolev realizou voo inaugural de um Tu-160M fabricado recentemente. Bombardeiro segue como maior avião militar supersônico ainda em produção
O novo Tu-160M realiza o primeiro voo (UAC)

A Tupolev realizou nesta quarta-feira (12) o voo inaugural de um novo bombardeiro supersônico Tu-160M, em suas instalações em Kazan, na Rússia (veja vídeo abaixo).

A aeronave faz parte de um lote de 10 bombardeiros encomendados pela Força Aérea da Rússia e que irão complementar a frota de 16 Tu-160 atualmente em serviço, partes deles modernizada.

O Tu-160 é a maior aeronave militar em produção atualmente, a despeito de ter sido concebida há mais de quatro décadas, ainda durante a União Soviética.

VEJA TAMBÉM:

O primeiro voo do protótipo do bombardeiro ocorreu em 18 de dezembro de 1981, portanto, há 40 anos, com a entrada em serviço ocorrendo apenas em 1987, perto do fim do regime comunista.

Apesar da idade do projeto, a Rússia continua a investir na aeronave de 275 toneladas, a maior da história a ser configurada com asas de enflechamento variável.

Embora semelhante visualmente com versões mais antigas, o Tu-160M é equipado com novos aviônicos e armamentos. A United Aircraft Corporation (UAC), que controla a Tupolev, afirmou que os processos de fabricação do jato supersônico foram atualizados.

“O Tu-160 é um dos maiores e mais avançados projetos da indústria da aviação. A implementação deste programa exigiu não apenas a renovação das instalações de produção, mas também a criação de um ambiente digital fundamentalmente novo para trabalhar no projeto”, disse o diretor geral da UAC, Yuri Slyusar.

Em paralelo ao programa de modernização do Tu-160, a Tupolev está desenvolvendo um novo bombardeiro, o PAK DA, que segue outro conceito, o de invisibilidade aos radares, velocidade subsônica e forma de uma asa voadora, como o B-2 Spirit, da Força Aérea dos EUA.

O temível bombardeiro russo Tu-160 pode voar a mais de 2.200 km/h (Divulgação)
O primeiro voo do Tu-160 ocorreu em abril de 1981 (Divulgação)

Total
72
Shares
Previous Post

Boeing retoma ritmo de entregas em 2021, apesar dos problemas com o 787

Next Post

Força Aérea dos EUA vai ampliar investimento no jato supersônico Overture

Related Posts