O Aerocar à venda foi construído em 1954; modelo é o único remanescente de cinco unidades em condições de voo

Foram muitas as tentativas de criar um carro voador, mas somente um aparelho conseguiu de fato provar que é funcional e seguro para circular em estradas e voar pelos céus. Estamos falando do Molt Taylor’s Aerocar, o único automóvel-avião do mundo certificado por uma agência de aviação civil, o FAA (Federal Aviation Administration) dos Estados Unidos. E ele agora está à venda.

O modelo fabricado em 1954 e ainda em condições de voo (e de rodagem) será leiloado em janeiro do próximo ano pela casa Barrett-Jackson Scottsdale. O lance inicial é de US$ 895 mil (cerca de R$ 3,6 milhões). Segundo os organizadores do leilão, o Aerocar soma 250 mil km rodados em solo e 781 horas de voo.

Segundo a ficha técnica, o veículo é equipado com um motor quatro cilindros de 150 cv e câmbio manual de três marchas, permitindo alcançar velocidade máxima de 60 km/h em solo e 160 km/h voando. A cabine do Aerocar tem espaço para dois ocupantes, o piloto e um passageiro.

Apesar de ser considerado funcional, o carro voador não parece ser nada prático. Quando circula pelas ruas, as asas, profundores, estabilizador horizontal e a hélice do aparelho são transportadas em um trailer de 2,5 metros de comprimento. Para voar, é preciso encaixar esses componentes no carro. Apesar disso, a casa de leilões diz que a conversão do Aerocar é uma tarefa “simples”.

O carro voador é homologado pelo FAA como um avião comum; certificado é válido até julho de 2020

Tentativa frustada

Um dos projetos de carro voador mais comentados nos últimos anos, o Terrafugia Transition está há quase uma década tentando provar sua funcionalidade e segurança para o FAA. O processo de homologação do aparelho, porém, depende de alterações nos regulamentos aeronáuticos dos EUA, que ainda faz vista grossa para certificá-lo.

Por hora, o modelo da Terrafugia é certificado como “avião experimental”, o que implica uma série de limitações operacionais. Situação diferente do antigo Aerocar, que tem o selo “Standard”, tal como um avião comum, e tem acesso total no espaço aéreo dos EUA.

Para rodar como "carro", o veículo dobra as asas e a força do motor retorna as rodas (Terrafugia)

O Terrafugia Transition voou pela primeira vez em 2009 (Terrafugia)

Veja mais: Aviões diferentes que nunca vingaram