ANAC autoriza Abaeté e Sideral a operarem voos de passageiros no Brasil

Concessões para transporte regular e não regular de passageiros, além de cargas, valem por cinco anos
A Sideral tem hoje 16 aeronaves na frota, entre modelos de carga e para passageiros (Rafael Luiz Canossa)
A Sideral tem hoje 16 aeronaves na frota, entre modelos de carga e para passageiros (Rafael Luiz Canossa)

Duas empresas aéreas “coadjuvantes” do mercado brasileiro podem ganhar posições de protagonismo em breve. A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) concedeu na última sexta-feira (6/3) autorizações a Aerotáxi Abaeté e a Sideral Linhas Aéreas para realizar voos de passageiros e cargas.

Em nota, a ANAC diz que a Abaeté, empresa baseada em Salvador (BA), recebeu a concessão para oferecer serviços de transporte aéreo público regular e não regular de passageiros, carga e mala postal, nos mercados doméstico e internacional. Antes dessa decisão, a companhia baiana era autorizada a realizar somente operações de transporte aéreo público não regular.

Em janeiro, a Abaeté informou em suas redes sociais que a ANAC havia certificado a empresa para operar voos domésticos regulares e que “em breve” os destinos seriam anunciados. Um funcionário da empresa disse ao Airway na época que a intenção da companhia era lançar voos de Salvador para o interior da Bahia.

Bandeirante da Abaeté: empresa baiana é a mais nova companhia aérea do país (Abaeté)

A Sideral, que já era autorizada a atuar no transporte aéreo não regular de cargas e voos de passageiros esporádicos (como fretamentos para times de futebol, hoje um dos principais negócios da empresa), recebeu autorização da ANAC para operar serviços de transporte aéreo regular de cargas e mala postal. Na mesma decisão, a agência ainda autoriza a empresa de São José dos Pinhais (PR) a explorar o ramo de transporte aéreo público não regular de passageiros.

As autorizações para as duas companhias têm validade de cinco anos e pode ser renovada ao final desse prazo, informou a ANAC.

Veja mais: Por que o Google não mostra imagens de satélite dos 737 MAX aterrados?

Total
59
Shares
Previous Post
Alguns dos aeroportos liberados para receber o A380 já tinham autorização para operações do 747-8 (Airbus)

Avanço do coronavírus pode levar a Lufthansa a aterrar seus Airbus A380

Next Post

Cenário adverso faz Azul suspender voo entre Campinas e Porto a partir de setembro

Related Posts