Após 16 horas perdido, caça ‘invisível’ F-35B é encontrado nos EUA

Destroços da aeronave foram vistos em área rural no Condado de Williasmburg, na Carolina do Sul. Jato militar desapareceu após piloto ejetar na tarde do domingo
Caça F-35B dos Fuzileiros Navais dos EUA (USN)

Os Fuzileiros Navais dos EUA (USMC) encontraram os destroços de um caça F-35B que desapareceu no domingo (17) após o piloto ejetar ao norte da Base Conjunta de Charleston, na Carolina do Sul.

O caça furtivo teria sido visto na área rural do Condado de Williamsburg cerca de 16 horas após o incidente.

Inicialmente, o USMC chegou a pedir para o público colaborar com informações sobre o possível paradeiro da aeronave. Mais tarde, porém, a Base Conjunta de Charleston, onde o caça estava baseado, solicitou que as pessoas deveriam evitar a área do resgate.

O F-35B é a variante de decolagem e pouso curto ou vertical (V/STOL) operada pelos Fuzileiros Navais e também pelo Reino Unido e Itália.

Até o momento não houve nenhuma explicação sobre o motivo que levou o piloto a ejetar. A dificuldade em localizar o F-35 teria envolvido o fato de suas superfícies conterem material anti-radar.

Um V-22 Osprey como esse caiu na Austrália em agosto (USN)

Suspensão de voo de dois dias

Na segunda-feira, o General Eric M. Smith, Comandante Interino do Corpo de Fuzileiros Navais, determinou a suspensão de operações por dois dias para discutir questões de segurança da aviação e melhores práticas.

A queda do F-35B foi o terceiro acidente grave com aeronaves do USMC nas últimas semanas. Em agosto um tilt-rotor V-22 Osprey caiu na Austrália, vitimando três fuzileiros navais, e dias antes um caça F/A-18D se acidentou na Califórnia, com a perda do piloto.

“Esta suspensão está sendo tomada para garantir que a Força mantenha a padronização operacional de aeronaves prontas para combate com pilotos e tripulações bem preparadas”, disse o comunicado dos Fuzileiros Navais dos EUA.

Total
0
Shares
1 comment

Comments are closed.

Previous Post

Lufthansa recoloca o A380 em seus planos até o final da década

Next Post

Embraer e FlightSafety terão novos simuladores de voo do jato executivo Praetor na Europa e nos EUA

Related Posts
Total
0
Share