Avião A-29 Super Tucano do Afeganistão derrubado pelo Uzbequistão

Aeronave militar da Força Aérea afegã teria sido alvejada após invadir espaço aéreo. Dois tripulantes ejetaram e foram levados a um hospital
Sierra Nevada/Embraer A-29 do Afeganistão

Uma aeronave ainda não identificada das forças de defesa do Afeganistão foi derrubada no vizinho Uzbequistão neste domingo, segundo o ministério de defesa do país. Os dois tripulantes ejetaram e foram socorridos em solo.

Embora não haja uma informação oficial, as poucas imagens divulgadas indicam se tratar de um avião de ataque A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer.

A insígnia da Força Aérea Afegã aparece nos destroços da aeronave numa posição semelhante à da asa do Super Tucano (veja imagem). Tudo indica que os tripulantes estavam tentando deixar o Afeganistão após a tomada da capital Cabul pelo Taleban.

Informações que circularam durante esta segunda-feira dão conta que o Super Tucano teria se chocado acidentalmente com um caça MiG-29 do Uzbequistão enquanto era escoltado. A agência Reuters noticiou ainda que 22 aviões e 24 helicópteros militares fugiram do Afeganistão no fim de semana.

O Afeganistão possui 19 aviões A-29 Super Tucano recebidos dos EUA a partir de 2016. Eles eram usados justamente para atacar posições rebeldes no país e foram fabricados pela Sierra Nevada Corporation, parceira da Embraer.

No detalhe os destroços do avião e a posição da insígnia semelhante a do A-29 (Reprodução)

Pequena, a força aérea do país opera também 24 Cessnas 208, alguns aviões de transporte C-130 e Y-12 além de uma variada frota de helicópteros. Parte dessas aeronaves poderá ser assumida pelo grupo radical islâmico após a saída das forças miliares dos EUA.

Total
0
Shares
1 comment

Comments are closed.

Previous Post

Turboélice de passageiros da Embraer ganha nova configuração

Next Post

Itapemirim transportou quase 40 mil passageiros em julho

Related Posts
Total
0
Share