Avião-tanque Boeing KC-46 do Japão completa primeiro voo

Modelo testado nos EUA é o primeiro KC-46 destinado à Força Aérea de Autodefesa do Japão, que encomendou quatro aeronaves
Primeiro voo do avião-tanque KC-46 destinado à Força Aérea do Japão
O KC-46 “Pegasus” pode transportar até 90 toneladas de combustível (Boeing)

O primeiro avião-tanque Boeing KC-46 Pegasus destinado à Força Aérea de Autodefesa do Japão (JASDF) fez seu voo inaugural ontem (8). Segundo o fabricante, o jato de reabastecimento aéreo passou para a fase de certificação e a primeira unidade será entregue aos japoneses este ano.

“Este é um marco emocionante para o JASDF e a Boeing”, disse Jamie Burgess, gerente do programa KC-46. “O Japão está cada vez mais perto de receber o avião de reabastecimento aéreo mais avançado do mundo.”

A força aérea japonesa é o primeiro cliente internacional do KC-46, que um avião militar derivado do jato comercial 767-300. O Japão tem um contrato para receber um total de quatro aeronaves.

“O KC-46 da Boeing e seus sistemas defensivos robustos terão um papel inestimável na aliança de segurança entre nossos dois países”, disse Will Shaffer, presidente da Boeing Japan. “A capacidade deste avião-tanque de transportar cargas e passageiros também o torna uma ferramenta crítica para apoiar os esforços de ajuda humanitária em toda a região do Pacífico e além.”

A certificação de reabastecimento KC-46 abrange aeronaves da Força Aérea dos EUA, Marinha dos EUA, Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA e JASDF.

KC-46 reabastecendo um cargueiro C-17 da USAF (USAF)
KC-46 reabastecendo um cargueiro C-17 da USAF (USAF)

A Boeing está montando os novos aviões-tanque da Força Aérea dos EUA e do Japão em sua linha de produção do 767 em Everett, no estado Washington. Os parceiros japoneses da Boeing no programa produzem 16% da estrutura da fuselagem do KC-46.

A força aérea dos EUA recebeu os primeiros KC-46 em 2019 de uma encomenda inicial de 52 aeronaves. O novo avião-tanque baseado no 767 foi escolhido pelos americanos para substituir os antigos KC-10 (baseado no Mcdonnell Douglas DC-10) e principalmente os KC-135 (derivado do 707), que estão em serviço no país há mais de 60 anos.

Veja mais: Novo caça F-15EX da Boeing completa primeiro voo

Total
16
Shares
Previous Post
Motor turbofan Aviadvigatel PD-14

Primeiro motor turbofan projetado na Rússia é aprovado para produção

Next Post

Boeing volta a superar Airbus em entregas de aviões comerciais

Related Posts