Aviões da Embraer em combate

Aeronaves produzidas pela Embraer já participaram de guerras e conflitos isolados com diversos países e até nas mãos de rebeldes
O Super Tucano pode ser equipado com uma combinação letal de mísseis e canhões (Embraer)
O Super Tucano pode ser equipado com uma combinação letal de mísseis e canhões (Embraer)

FAB contra traficantes

Os Super Tucano da Força Aérea Brasileira já realizaram interceptações de aeronaves de baixa performance voando sem autorização no espaço aéreo brasileiro, a maioria na região da Amazônia. Nenhuma das situações, entretanto, levou ao abate dos aviões invasores. Na maioria dos casos, os aviões ilegais, quase sempre carregando drogas, foram forçados a pousar.

O Super Tucano pode ser empregado em missões de ataque ao solo e até como caça (FAB)
O Super Tucano pode ser empregado em missões de ataque ao solo e até como caça (FAB)

Em 1991, seis Tucanos da FAB participaram da “Operação Traíra” contra as FARC na fronteira com a Colômbia. Os Super Tucano do Brasil também já destruíram pistas clandestinas na Amazônia e Roraima construídas para operações de narcotráfico.

Em 2015, um Super Tucano abriu fogo contra um pequeno monomotor durante uma perseguição nos céus do Mato Grosso do Sul – a ação foi registrada em vídeo. A FAB não confirmou o abate, mas afirmou que a aeronave “evadiu” para o Paraguai.

Total
122
Shares
0 0 votes
Article Rating
4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fábio
Fábio
6 anos atrás

Muito legal, uma sugestão para um artigo ja que estamos falando de conflitos latino americanos, é falar da famosa guerra do Futebol entre El Salvador e Honduras.

Luiz Osório
Luiz Osório
5 anos atrás

Muito interessante! Gostaria de sugerir um artigo comparando o desempenho do Tucano contra os melhores caças da 2 Guerra Mundial.

Chico
Chico
5 anos atrás

O Brasil poderia usar de exemplo e combater o trafico nas fronteiras e o desmatamento na Amazonia

Quintino
Quintino
5 anos atrás

A Embraer iniciou suas operações em 1969, portanto não poderia estar produzindo o Xavant em 1960, ela não existia.

Previous Post

Phenom 300 é o jato leve mais vendido do mundo pelo nono ano consecutivo

Next Post
Learjet 75 Liberty

Bombardier admite vazamento de dados após sofrer ataque hacker

Related Posts