E195 com as cores da Azul Cargo flagrado no aeroporto da Pampulha (Reprodução/Redes Sociais)

Um jato Embraer E195 foi flagrado no aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte (MG), com as cores da Azul Cargo, a divisão cargueira da Azul. O avião em questão é o modelo com matrícula PR-AYO e que consta nos registros da empresa como estocado desde o dia 4 de fevereiro. Essa mesma aeronave já foi nomeada como “Azul e Rosa” e ostentava uma pintura cor-de-rosa quando atuava no transporte de passageiros. O aparelho está na frota da companhia desde março de 2010.

Em contato com o Airway, a Azul adiantou que o aparelho flagrado foi adaptado para transportar cargas com a retirada de todos os assentos da cabine. O objetivo da companhia é atender a crescente demanda de transporte de carga durante a pandemia da COVID-19. Informações sobre a capacidade da aeronave modificada e sua entrada em serviço serão divulgados até o final desta semana.

A Azul vem transportando cargas em aviões de passageiros sem adaptações especiais desde maio. Nesses casos, modelos Airbus A320neo e A330, ATR 72 e Embraer E195 da companhia transportam mercadorias sobre os assentos e compartimentos de bagagem na cabine, além do espaço no porão de bagagens.

O transporte de cargas em cabines de aviões de passageiros foi autorizado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) em abril para ajudar no combate a pandemia do novo coronavírus e agilizar o deslocamento de insumos médicos pelo Brasil.

Embora não seja um cargueiro puro, a aeronave da Azul é o primeiro E-Jet do mundo adaptado para transportar cargas. O aparelho fará companhia aos dois jatos Boeing 737-400F da Azul Cargo, estes sim aviões totalmente convertidos para voos de carga.

No final da década de 1990, quando iniciou o programa E-Jet, a Embraer considerou criar uma versão de carga dos jatos que hoje são os líderes na aviação regional. Com o passar dos anos, o conceito tomou outra direção e evoluiu até a criação do C-390 Millennium, a aeronave multimissão concebida para uso militar, mas que também pode ter aplicações comerciais.

Veja mais: Hi Fly adapta Airbus A380 para transportar cargas