Boeing 737-800 da China Eastern Airlines cai no sul do país

Aeronave havia iniciado descida para pouso em Guangzhou após decolar da cidade de Kunning. Não há sinais de sobreviventes entre os 132 pessoas a bordo
Boeing 737-800 que se acidentou na China em 21 de março de 2022 (Alec Wilson/CC)

Um Boeing 737-800 da China Eastern Airlines caiu no início da tarde desta segunda-feira (21) na região de Wuzhou na China com 132 pessoas a bordo, confirmou a autoridade de aviação do país, a Civil Aviation Administration of China (CAAC).

A aeronave decolou de Kunming pouco depois das 13:00 e cerca de 1 hora e 10 minutos desapareceu, segundo dados registrados pelo FlightRadar24 – o destino do voo MU5735 era a cidade de Guagnzhou, próxima de Hong Kong.

A CAAC emitiu um curto comunicado confirmando que a aeronave caiu e que tinha a bordo 123 passageiros e nove tripulantes. De acordo com informações da Reuters, não há sobreviventes.

Segundo dados dados de ADS-B, o 737 teria iniciado a descida às 03:20 (horário de Brasília). Os dados de altitude mostram que o jato da Boeing interrompeu a descida às 06h22 quando estava em torno de 7.400 pés e voltou a subir para cerca de 8.600 pés antes de entrar novamente em uma descida íngreme. O último ponto de dados registrado foi às 06:22:35 a 3225 pés.

O Boeing 737-800 da China Eastern Airlines era bastante novo, tendo voado pela primeira vez em junho de 2015 e pertence à Yamasa Aircraft Leasing.

A CAAC afirmou ter acionado um plano de emergência e enviado um grupo de trabalho ao local.

Total
2
Shares
Previous Post

Kinzhal: como é o míssil hipersônico que a Rússia alega ter usado na Ucrânia

Next Post

Air France planeja compra de até 50 jatos E2 da Embraer, segundo jornal

Related Posts