Breeze Airways completa frota inicial de 13 jatos da Embraer

Empresa de leasing Nordic Aviation Capital confirmou nesta segunda-feira a entrega do 10º Embraer E190 à nova companhia aérea low-cost fundada por David Neeleman
E190 da Breeze Airways (Pittsburgh Airport)

A Breeze Airways, nova companhia aérea de baixo custo fundada por David Neeleman, concluiu a primeira etapa de formação da sua frota de jatos, formada por dez E190 e três E195, fabricados pela Embraer.

O 10º E190 foi entregue pela Nordic Aviation Capital (NAC) recentemente, segundo comunicado da empresa de leasing nesta segunda-feira, 30.

“A NAC tem orgulho de sua parceria com a Breeze Airways e de continuar seu relacionamento com o empresário da aviação, David Neeleman,” disse Jim Murphy, CCO Nordic Aviation Capital.

“Somos gratos por nossa parceria com a Nordic Aviation Capital e a introdução do E190 em nossa frota de rápido crescimento. Esperamos um relacionamento longo e mutuamente benéfico juntos”, completou Neeleman.

Os dez E190, com 108 assentos, são oriundos da Air Canada enquanto os três E195 (118 lugares) voavam com a Azul Linhas Aéreas, empresa também pertecente ao fundador da Breeze.

A nova companhia aérea estreou seus voos no final de maio e atualmente atende 16 destinos nos EUA. Seus diferenciais incluem um aplicativo em que o passageiro pode personalizar vários detalhes do voo, além de rotas diretas entre cidades de menor porte e não atendidas pelas grandes empresas.

A Breeze utiliza três E195 que pertenceram à Azul (BA)

Os 13 aviões iniciais fazem parte da estratégia da companhia de aproveitar a temporada de verão no hemisfério norte e a partir de agora Neeleman e sua equipe irão se concentrar no recebimento do primeiro Airbus A220-300, que serão entregues novos, por meio de uma encomenda de 60 aviões.

O primeiro desses jatos deve ser entregue em outubro e a Breeze espera iniciar os serviços com quatro A220 em 2022, estabecelendo rotas de maior demanda em destinos nas costas leste e oeste dos EUA.

Recentemente, a Breeze levantou US$ 200 milhões em uma nova rodada com fundos de investimentos para capitalizá-la em sua expansão.

Total
185
Shares
0 0 votes
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marco Andrade
Marco Andrade
23 dias atrás

Poderia ter encomendado os novos Embraer E2…

Previous Post

Sukhoi T-4, o bombardeiro soviético futurista

Next Post

Rio de Janeiro vira ‘laboratório’ para ‘táxi voador’ da Embraer

Related Posts