Rio de Janeiro vira ‘laboratório’ para ‘táxi voador’ da Embraer

Eve, a subsidiária que desenvolve a proposta de Mobilidade Aérea Urbana (UAM) da empresa, está liderando grupo de trabalho que produzirá informações operacionais para o mercado eVTOL no Brasil
O Rio de Janeiro será palco de testes conceituais do uso de aeronaves eVTOL (Embraer)

A Eve Urban Air Mobility, subsidiária da Embraer que desenvolve seu primeiro eVTOL, está liderando um grupo de trabalho que será responsável por estabelecer as bases para operação do mercado de Mobilidade Aérea Urbana (UAM) no Brasil.

A iniciativa reúne a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) e o DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) além de parceiros da Eve como a Helisul Aviação, a Skyports, especializada em design, construção e operação de vertiportos, a Flapper, plataforma independente para voos sob demanda e a EDP, empresa que atua no setor de energia.

Para realizar os estudos foi escolhida a cidade do Rio de Janeiro que servirá como uma espécie de “laboratório” do grupo. Apoiam o projeto da RioGaleão, concessionária do Aeroporto Tom Jobim, a Universal Aviation, que atua no apoio aeroportuário e a Associação Brasileira de Aviação Geral (ABAG).

“Queremos explorar conceitos novos e práticos para facilitar a introdução segura da indústria de mobilidade aérea urbana no Brasil. Nessa etapa inicial vamos descrever as principais características e requisitos do ecossistema, com a perspectiva dos usuários, parceiros, entidades e órgão governamentais envolvidos”, disse André Stein, CEO da Eve. “A partir da evolução do conceito conceberemos uma descrição sobre como viabilizar o propósito de democratizar a mobilidade aérea urbana de forma segura, econômica e acessível.”

A primeira simulação operacional do projeto ocorrerá até o final deste ano com o uso de helicópterso convencionais no lugar dos futuros eVTOL ainda em desenvolvimento pela Eve.

Concepção artística do eVTOL da Embraer (Embraer)
Concepção artística do eVTOL da Embraer (Embraer)

A subsidiária tem sido a grande estrela da Embraer nos últimos meses, anunciando seguidos acordos de aquisição e parcerias de operação do seu modelo de ‘táxi voador’ ainda não batizado.

Total
44
Shares
5 1 vote
Article Rating
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
José Rabello
8 meses atrás

O Rio é bom lugar para essas inovações

Marcelo Lopes
Marcelo Lopes
8 meses atrás

O Rio é bom lugar para essas inovações”.. Porque?

Murilo
Murilo
8 meses atrás

No Rio acontece coisas que desacreditamos, talvez seja por isso

Previous Post

Breeze Airways completa frota inicial de 13 jatos da Embraer

Next Post

Rússia amplia modernização do MiG-31 enquanto pensa em novo caça

Related Posts