Cliente do Embraer KC-390, Hungria agora demonstra interesse no Super Tucano

De acordo com o Blog Before Flight, força aérea da Hungria está avaliando a compra do Embraer Super Tucano para treinar pilotos de caça

Após confirmar a compra de duas aeronaves multimissão KC-390 Millennium no fim do ano passado, a Hungria agora pode estar interessada em outro produto militar da Embraer. De acordo com o Blog Before Flight, o país da Europa Central está avaliando a aquisição de turboélices Super Tucano para treinar pilotos de caça da Força Aérea Húngara.

O interesse da Hungria em adquirir novos aviões de instrução não vem de hoje. Atualmente, o país não possui aeronaves de treinamento avançado e por isso envia seus pilotos para treinamentos no exterior. Isso acontece desde 2009, quando a força aérea húngara aposentou os antigos jatos Aero Vodochody L-39 Albatros, fabricados na República Tcheca.

Segundo a publicação, a compra de novos aviões de treinamento avançado faz parte do plano de modernização das forças armadas da Hungria. Nos últimos anos, o país fechou uma série de negócios para adquirir novos aviões e helicópteros militares, incluindo caças Saab Gripen nas versões C e D – antecessores do Gripen E/F comprados pelo Brasil.

Em contato com o Airway, a Embraer salientou que não comenta possibilidades de negócios.

Veja mais: Turcomenistão pode ser o próximo cliente do Super Tucano

Total
237
Shares
Previous Post

Saudia planeja nova encomenda de 70 aviões da Airbus e Boeing

Next Post
Airbus A321XLR

Boeing alega que projeto do A321XLR tem potenciais problemas de segurança

Related Posts