Dassault apresenta novo jato executivo Falcon 6X

Aeronave é uma versão reformulada do problemático Falcon 5X; primeiro voo será em 2021
Dassault Falcon 6X
(Dassault)
Dassault Falcon 6X
O Falcon 6X é avaliado em US$ 47 milhões, ou cerca de R$ 242,7 milhões (Dassault)

Em evento virtual realizado na terça-feira (8), a fabricante francesa Dassault Aviation apresentou seu mais novo jato executivo, o modelo bimotor de longo alcance Falcon 6X.

Durante a apresentação on-line, o presidente-executivo da Dassault, Eric Trappier, elogiou os funcionários da companhia e seus fornecedores por manter os esforços no desenvolvimento do jato dentro do cronograma, apesar das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus.

“O Falcon 6X representa um grande passo para os operadores de jatos executivos de cabine estendida”, disse Trappier. “Sua cabine premiada, a mais alta e larga da aviação executiva, oferece níveis de espaço, conforto, produtividade e segurança que estabelecerão uma nova referência no segmento de longo alcance.”

Segundo o fabricante, o “rollout” da primeira aeronave abre o caminho para conclusão do programa de testes em solo e verificações que devem ser executadas antes do voo inaugural, que está programado para o início de 2021 – com entrada em serviço prevista para 2022.

A Dassault afirma que o Falcon 6X terá um alcance de voo de 10.200 km e velocidade máxima de Mach 0,90 (1.111 km/h). A cabine da aeronave é projetada para receber até 16 passageiros.

Dassault Falcon 6X
Cabine do Falcon 6X: jato pode embarcar até 16 passageiros (Dassault)

Recomeço

A Dassault lançou o Falcon 6X em fevereiro de 2018, depois de cancelar o programa de desenvolvimento do Falcon 5X. O modelo chegou a voar, mas acabou descartado pela fabricante devido aos problemas com o motor turbofan Silvercrest de 12.000 libras de empuxo fornecido pela francesa Safran.

Na mudança para o 6X, a Dassault decidiu usar o motor Pratt & Whitney PW812D de 14.000 libras de empuxo fabricados no Canadá e que já tem eficiência comprovada. Outras versões desse propulsor são utilizadas, por exemplo, nos jatos executivos G500 e G600 da Gulfstream.

O Falcon 5X foi apresentado pela Dassault em junho de 2015 e somente agora voou (Dassault Aviation)
O Falcon 5X foi apresentado pela Dassault em junho de 2015 (Dassault Aviation)

A troca de motor também aumentou as projeções sobre o desempenho da aeronave. Com os turbofans da Safran, o jato teria alcance de 9.600 km e agora, com os Pratt & Whitney, esse número saltou para 10.200 km. A mudança do conjunto propulsor também exigiu alterações no tamanho da fuselagem e na envergadura das asas, que ficaram ligeiramente maiores, e o peso máximo de decolagem do jato subiu de 31.570 kg para 35.135 kg, devido ao aumento na capacidade de combustível. Por outro lado, o preço do avião não mudou e segue sugerido em US$ 47 milhões.

Veja mais: Embraer admite vazamento de dados após sofrer ataque hacker

Total
0
Shares
Previous Post

Embraer admite vazamento de dados após sofrer ataque hacker

Next Post

Com avião para United Airlines, Boeing retoma entregas do 737 MAX

Related Posts