Em busca de “novos ares”, Boeing muda sua sede global para a cidade de Washington

Escritório principal deixou Chicago e agora fica em Arlington, na Vírginia, nos arredores da capital e ao lado do Pentágono
Nova sede global da Boeing, ao lado do Pentágono (Boeing)

Pouco mais de duas décadas após deixar Seattle em direção a Chicago, a Boeing voltou a mudar sua sede global. A companhia anunciou na quinta-feira (06) que seu novo endereço agora é Arlington, no subúrbio de Washington, DC.

A empresa já havia se estabelecido no local, que é vizinho do Pentágono, e onde funciona a divisão de Defesa, Espaço e Segurança. O endereço também fica a menos de 10 minutos de carro da FAA, a agência federal de aviação civil dos EUA, e que tem sido crítica quanto aos projetos de jatos comerciais da empresa.

A Boeing afirmou também que pretende desenvolver um centro de pesquisa e tecnologia na área para aproveitar os recursos técnicos e de engenharia. Segundo ela, há muitos funcionários da divisão aeroespacial e de defesa na região que apoiam várias funções corporativas.

“Estamos empolgados em construir nossa base aqui no norte da Virgínia . A região faz sentido estratégico para nossa sede global, dada a proximidade com nossos clientes e partes interessadas e seu acesso a talentos técnicos e de engenharia de classe mundial”, disse o presidente e CEO Dave Calhoun.

A antiga sede em Chicago havia sido inaugurada em 2001 quando a empresa pretendia se afastar das linhas de montagem de aviões comerciais e se aproximar do mercado financeiro. Mas, segundo relatos da imprensa nos EUA, o local já passava por um esvaziamento antes mesmo de a pandemia do Covid-19 começar.

Prédio da Boeing, em Chicago (Ian Abbott)

Seattle esvaziada

A decisão de se distanciar ainda de suas unidades mais antigas, no estado de Washington, foi criticada por alguns analistas ao reforçar o descolamento com as históricas fábricas de Everett e Renton.

Everett, sua maior planta de produção, perdeu recentemente a linha de montagem do 787 e está concluindo os últimos 747, restando no local os 767 cargueiros e militares e o 777.

Por outro lado, a nova sede de Virgínia fica a cerca de 850 km de Charleston, na Carolina do Sul, onde o Dreamliner é produzido – foi nessa fábrica que os problemas de qualidade no widebody surgiram, fazendo as entregas serem suspensas pela FAA.

“O futuro da Boeing é digital”, disse Greg Hyslop , engenheiro-chefe da Boeing e vice-presidente executivo de Engenharia, Teste e Tecnologia. “Focar o desenvolvimento de talentos em áreas que apoiam a inovação digital impulsionará a introdução de recursos de ponta. Este novo centro no norte da Virgínia seguirá a implementação bem-sucedida dessa estratégia de tecnologia em outras regiões”.

Total
16
Shares
0 0 votes
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
José HABIB
José HABIB
2 meses atrás

Pouco mais de duas décadas após deixar Seattle em direção a (sem acento grave, pois não há crase aqui: a cidade não se chama A Chicago, chama-se Chicago) Chicago, a Boeing voltou a mudar sua sede global. A companhia anunciou na quinta-feira que seu novo endereço agora é Arlington, no subúrbio de Washington, DC.

Previous Post

Ilustração oficial da USAF mostra caça F-22 disparando míssil misterioso

Next Post
A Embraer também possui centros de engenharia e tecnologia em Belo Horizonte, EUA e Portugal (Divulgação)

Holandesa Fokker Services e Embraer firmam acordo para manutenção de E-Jets

Related Posts
Total
16
Share