Esquadrão de demonstração Blue Angels recebe primeiro Super Hornet da Boeing

Caça desarmado tem uma série de modificações especiais para realizar acrobacias e voar invertida por longos períodos
(Boeing)
Só falta pintar: os Blue Angels vão substituir os jatos F/A-18 Hornet pelo modelo Super Hornet (Boeing)

A esquadrilha de demonstração aérea mais famosa do mundo, os Blue Angels da Marinha dos EUA, recebeu hoje, 3 de junho, a primeira aeronave de teste F/A-18E Super Hornet da Boeing. O caça desarmado e ainda sem a pintura azul e amarela característica do grupo será avaliado na base naval de Putuxent River, em Maryland. Até o final de 2020, o esquadrão espera receber 11 jatos.

“O Super Hornet é uma representação icônica da excelência na aviação naval”, disse o Almirante Pat Walsh, vice-presidente da Marinha dos EUA e Serviços do Corpo de Fuzileiros Navais da Boeing. Walsh voou com o Blue Angels de 1985 a 1987. “Como a Boeing continua a apoiar a frota operacional de Super Hornets da Marinha, estamos entusiasmados ao ver essa plataforma entrar em uma fase crítica de sua jornada para ingressar na equipe.”

Os Blue Angels voam com aeronaves da Boeing e de fabricantes herdadas pela fabricante há mais de 50 anos, começando com o F-4J Phantom II em 1969 e depois migrando para o A-4F Skyhawk. Atualmente, a equipe opera o F/A-18A-D Hornet.

A conversão dos Super Hornet do esquadrão de demonstração é realizado nas instalações da Boeing em Jacksonville, na Florida. As principais modificações incluem a adição de um tanque de óleo para o sistema de geração de fumaça, sistemas de combustível adaptados que permite ao jato voar em posição invertida por longos períodos, equipamentos de navegação civil, câmeras e ajustes no centro de gravidade da aeronave para realizar acrobacias com segurança.

Os Blue Angels se apresentam com caças F/A-18 desde 1986 (dbking)

Veja mais: Primeiro A-29 Super Tucano da Nigéria tem pintura revelada

Total
1
Shares
Previous Post

Primeiro A220 produzido nos EUA realiza voo inaugural

Next Post

Centro de Alcântara é aberto para lançamentos espaciais de empresas estrangeiras

Related Posts