Estreia do jato russo Irkut MC-21 é adiada para 2022

Restrições comerciais dos EUA contra a Rússia e novas regras para obtenção de licenças de exportação para parceiros estrangeiros atrasaram as primeiras entregas do MC-21
Irkut MC-21

O tão aguardado momento da estreia do jato russo Irkut MC-21-300 no mercado, anteriormente previsto para o segundo semestre deste ano, agora só deve acontecer em 2022.

Em resposta à agência russa Sputinik News, o grupo United Aircraft Corporation (UAC), controlador da Irkut, afirmou que as restrições comerciais impostas pelos EUA contra a Rússia e novas regras para obtenção de licenças de importação de componentes estrangeiros “impactaram o ritmo de implantação do programa MC-21-300”.

“Afetou principalmente o fornecimento de materiais para a produção de asas compostas. O ritmo de implantação do programa também foi afetado pelas novas regras de obtenção de licenças de exportação para parceiros estrangeiros do programa”, informou a UAC.

Apesar do novo atraso nas entregas, a UAC está confiante em conseguir a certificação operacional para a aeronave até o fim de 2021.

Nesta semana, o vice-primeiro-ministro russo, Yury Borisov, disse que as sanções dos EUA forçaram a substituição de aproximadamente 40% dos equipamentos de bordo do MC-21, pois eles eram produzidos no exterior.

A Irkut afirma ter 174 pedidos firmes de compra pelo novo jato, de empresas da Rússia, Azerbaijão e Egito. O operador de lançamento do MC-21 será a companhia aérea russa Aeroflot, que encomendou 35 aeronaves.

“Airbus russo”

O primeiro MC-21 foi apresentado na fábrica da Irkut em Irkutsk, na região da Sibéria, em 8 de junho de 2016 e o voo inaugural aconteceu em 28 de maio de 2017, após um atraso considerável no desenvolvimento da aeronave. O plano original dos russos, que iniciaram o projeto em 2006, era ter o avião concluído e certificado para operações comerciais em 2012.

O MC-21 tem a mesma capacidade do A320 e o Boeing 737: varia de 163 a 211 passageiros (Divulgação)
O MC-21-300 é impulsionado por motores Pratt & Whitney PW1400G, semelhante aos do Airbus A320neo (Divulgação)

O MC-21 é projetado transportar de 163 a 211 passageiros em voos de até 6.000 km. De acordo com a fabricante, a aeronave apresenta custos operacionais até 15% inferiores comparados aos de modelos tradicionais do segmento (Airbus A320 e Boeing 737), fator que pode atrair companhias aéreas de outros países. Além disso, o jato russo é mais barato que seus concorrentes, com preço estimado em US$ 91 milhões, enquanto um Airbus A320neo passa dos US$ 110 milhões

Em termos técnicos, o MC-21 é mais parecido com o A320 do que com o Boeing 737. Assim como o jato da Airbus, o modelo da Irkut é equipado com comandos de voo computadorizados (fly-by-wire), enquanto o avião da Boeing ainda utiliza controles mecânicos.

A Irkut também trabalha atualmente no desenvolvimento do MC-21-310, variante equipada com motores russos (Aviadvigatel PD-14).

Total
12
Shares
Previous Post
Embraer E195 da Ukraine International Airlines

Ukraine Airlines oferece voo panorâmico de Embraer E195 sobre Chernobyl

Next Post
Airbus A380 - China Southern Airlines

China Southern pode ser a próxima empresa a aposentar o Airbus A380

Related Posts