Exército dos EUA prepara o helicóptero do futuro

Projeto Boeing/Sikorsky SB-1 Defiant é a aposta para substituir helicópteros pesados
O SB-1 Defiant será o helicóptero pesado do Exército dos EUA em 2030
O SB-1 Defiant será o helicóptero pesado do Exército dos EUA em 2030
O SB-1 Defiant será o helicóptero pesado do Exército dos EUA em 2030
O SB-1 Defiant será o helicóptero pesado do Exército dos EUA em 2030

Comandantes do Exército dos Estados Unidos já confirmaram que os helicópteros atuais da frota ainda terão vida longa, podendo seguir voando até 2060 nos casos de aparelhos como AH-64 Apache, AH-60 Blackhawk e o grandalhão CH-47 Chinook. A expectativa é que esses modelos continuem em produção (e em evolução) até 2020, com início das desativações a partir de 2030.

Apesar de ainda ter tempo de sobra, o exército dos EUA já encomendou os projetos para substituir essas aeronaves. Os fabricante Boeing e Sikorsky se juntaram na requisição das forças armadas para um novo helicóptero pesado de transporte e apoio e apresentaram neste mês os primeiros esboços do SB-1 Defiant.

O helicóptero futurista propõe um “novo” formato, com dois rotores que giram em sentidos opostos e uma hélice propulsora na traseira. Nessa configuração, o modelo pode voar mais rápido que uma aeronave de asas rotativas convencional e pairar com melhores níveis de estabilidade. É o conceito do girocóptero aperfeiçoado.

No vídeo de demonstração sobre o projeto, os fabricantes afirmam que a velocidade de cruzeiro do SB-1 Defiant será de 462 km/h e o aparelho será altamente manobrável, podendo operar a partir de navios – os rotores poderão dobrar para facilitar o embarque. O projeto também prevê capacidade de reabastecimento em voo.

Introdução ao Boeing-Sikorsky SB-1 Defiant

Tal como os atuais helicópteros do US Army, o SB-1 será uma aeronave multimissão, servindo tanto em operações de ataque como em salvamentos, podendo carregar mais de 10 soldados armados. Segundo informe sobre o projeto, o Defiant possui uma cobertura de fogo de 350°.

Veja mais: Como funcionam os aviões “invisíveis”

O projeto usa o conceito com dois rotores em sentidos opostos e um hélice propulsora
O projeto usa o conceito com dois rotores em sentidos opostos e um hélice propulsora

O primeiro protótipo SB-1 Defiant está programado para voar em 2017, na base do Exército norte-americano em West Palm Beach, na Florida. O aparelho, no entanto, deve entrar em operação ativa somente em 2030.

Substituto para o Apache

As forças armadas dos EUA também trabalham no desenvolvimento de um novo helicóptero de ataque para substituir o veterano AH-64 Apache. Até o momento os primeiros passos do sucessor do AH-64 vem sendo dados pelo protótipo S-97 Raider, da Sikorsky.

O Sikorsky S-97 Raider deve assumir o posto do AH-64 Apache em 2020 (Foto - Sikorsky)
O Sikorsky S-97 Raider deve assumir o posto do AH-64 Apache em 2020 (Foto – Sikorsky)

O helicóptero segue o mesmo conceito do Defiant, com rotores duplos e hélice propulsora, o que garante melhores performances, principalmente em velocidade. O Raider voou pela primeira vez em 2014 e nos testes passou dos 440 km/h. Ainda em fase de aperfeiçoamento, o S-97 deve entrar em operação somente na próxima década.

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
33 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
josé pascoal da silva
7 anos atrás

quando um país trabalha direito com seu dinheiro o povo vê produções seja em qualquer área mas quando tem corrupções nada é construído com valores reais mas sim com muitos roubos e rombos nos cofres públicos…o BRASIL é rei em roubos na política nacional….mas iremos mudar isso!

Alberto
Alberto
7 anos atrás

Este tipo de rotores contrapostos já são utilizados pelos Russos a mais de 20 anos e dispensa o uso do rotor de cauda além de aumentar em muito a sustentação, porem o numero de peças moveis também aumenta consideravelmente.
São muito utilizados na construção civil, combate a incêndios (principalmente florestal) movimentação de carga em geral

JAILTON RODRIGUES
JAILTON RODRIGUES
7 anos atrás

Eu comprei um parecido para brincar. Tem em qualquer loja de brinquedos fabricado pela dtc e candide.

Edson
Edson
7 anos atrás

Que tal uma turbina em lugar dessa hélice propulsora? Poderia alcançar uma velocidade bem maior. Com isso os rotores não precisariam de muita rotação para a sustentação. Além de ser mais ágil.

Luiz
Luiz
7 anos atrás

Muito legal. Talvez similar ao que já existe, só não contaram, é óbvio, o “pulo do gato”, que é a altíssima performance no nível de tecnologia que se ajusta pra melhor com o tempo. Parabéns USA! Com todos os problemas e críticas o mundo moderno tambvém evolue, enquanto no país do faz de conta nada evolui, sómente as formas de ganhar dinheiro com falcatruas e a bandidagem infelizmente se aperfeiçoam.

Daniel
Daniel
7 anos atrás

Turbinas gastam muito combustível e pesam muito, o que exigiria um reforço tal na estrutura que tornaria o helicóptero inviável. Ainda estamos longe de ver um “Águia de Fogo” real.

adilson b andrade
adilson b andrade
7 anos atrás

gostaria de saber se com este rotor de cauda, se não fica mais vulnerável em caso de um tiro atingir as pas do rc

Marco Antonio
7 anos atrás

No próximo governo Lula, a Embraer já terá mais fôlego pra fazer coisa melhor !!!!!

Marco Antonio
7 anos atrás

No próximo governo Lula, faremos melhor ainda !!!!

deomedes fernandes
7 anos atrás

Lugar em que o sistema político corrupto brasileiro não é copiado, funciona tudo. aki temos ótimos inventores, mas tolhidos pela voracidade governo de querer retirar o máximo de tudo o mais rápido possível, consumindo os recursos de incentivos com seus apadrinhados…

Marco
7 anos atrás

Se deixarem a Dilma trabalhar, a Embraer pode fazer coisa muito melhor.

Emerson
Emerson
7 anos atrás

Onde está a novida pois esse tipo hélices já são usados pelos os russos a algum tempo como por exemplo : Kamov Ka-50 “Black Shark”. Portanto não é novidade nenhuma novidade seria o Brasil produzir algo do tipo. A única coisa que o Brasil produz bastante é políticos corruptos e partidos que mais parecem máfia que qualquer outra coisa.

Marco
7 anos atrás

Se o PSDB ganhar a proxima eleição, a Embraer pode fazer coisa muito melhor.

Delano
Delano
7 anos atrás

Vídeo: BRASIL ! indústria da Defesa emprega 30 mil !

http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2015/05/14/video-industria-da-defesa-emprega-30-mil/

O PSDB entregaria a Defesa do pré-sal à Quarta Frota americana !
Como se sabe, além de sucatear a industria naval, como demonstrou a presidenta Dilma em Ipojuca, o Príncipe da Privataria (FHC), que volta de Nova York no jatinho do produtor de vácuo João Dória, o PSDB queria sucatear o beneficiamento urânio do Brasil.

Quando o recém eleito Presidente Lula foi a Aramar, em São Paulo, testemunhou que todo o trabalho pioneiro da Marinha de beneficiar o urânio, por militares brasileiros, ia morrer de inanição, induzida pelo presidente (dos americanos) FHC.

Como se sabe, o Brasil é um dos poucos – não passam de cinco – países do mundo que têm minas de urânio e desenvolveram tecnologia própria de beneficiamento de urânio.

Hoje, o Brasil constrói submarinos a diesel elétrica e, breve, submarinos a energia nuclear.

Porque Lula e Dilma deram dinheiro e recriaram a indústria de Defesa do Brasil.

O Presidente FHC, pelo jeito, ia delegar essa secundária tarefa – defender o Brasil – à Quarta Frota, que os Estados Unidos recriaram, depois que o Brasil descobriu o pré-sal: http://www.conversaafiada.com.br/economia/2015/05/03/petrobras-nao-deu-%E2%80%A6-pau-no-odebrecht/

Esse pré-sal que vai crescer 70% este ano.

—————————————————————————————————-
Notícias boas de obras do governo do PT, são coisas que a Veja, a Globo, Band, Folha de SP e a mídia em geral escondem da população. A mídia brasileira além de ser anti nacional, é partidária do PSDB e faz tudo para dizer que o governo do PT não presta e está destruindo o Brasil. Você que crítica o PT e o governo vão mudar de idéia e deixar de serem enganos por essa mídia tucana golpista, entreguista, corrupta, sonegadora , mentirosa, safada e anti PT e anti Brasil.

Daniel
Daniel
7 anos atrás

Novo sistema de entrega de democracia.
Você tem Petróleo? Talvez precise de mais democracia.

P. A. F.
P. A. F.
7 anos atrás

Ah, tá, parecido com um que a Russia já construiu há anos.
A primeira Estação Espacial também não foi da Russia? Só para confirmar…
De qualquer forma, parabéns!
O lado tecnológico e de inovação do meu país ainda tem muito a percorrer!

Ivo Costa
Ivo Costa
7 anos atrás

Pra quem adora babar um ovo de gringo, um vídeo essencial:

https://www.youtube.com/watch?v=BBzouHlr0Bs

Henrique
Henrique
7 anos atrás

Estamos projetando armas para daqui a quarenta anos. O futuro parece promissor.

URSS
URSS
7 anos atrás

COPIA DO HELICOPTERO RUSSO

Manoel aca estou
Manoel aca estou
7 anos atrás

Deixar a Dilma e o Lula Trabalhar, ja quebraram a Petrobras,o BNDES,o paiz inteiro…So falta nas maos deles a Embraer..Ai teremos aviao e helicoptero 1.0 PLUS ///

Wellington
Wellington
7 anos atrás

Não deixa de ser interessante, mas um projeto Soviético do início dos anos 80 já utilizava esse recurso. Os Kamov 50 e 52 entraram em operação em 95 e utilizam pás contrarrotativas… Aliás o Ka-52 alligator é considerado pela mídia especializada o melhor helicóptero de ataque operacional. Isso me lembra o caso dos aviões “invisíveis” americanos.

Wellington
Wellington
7 anos atrás

Manoel Aca Estou, quero te fazer uma pergunta. Quem fechou a Engesa, que na década de 90 tinha um tanque que ameaçava tomar o mercado nos norte-americanos, dada sua qualidade, reconhecida por especialistas no mundo todo?

Àtila Paulino Cunha
Àtila Paulino Cunha
7 anos atrás

Do ponto de vista tecnológico os americanos estão de parabéns,mesmo porque para fazer engenharia reversa é preciso ter capacidade;agora o Brasil poderia estar bem mais adiantado,com uma industria bélica competitiva;mas graças ao governo F.H.C.,anti-nacionalista por principio,entreguista por natureza,que em dois mandatos encheu o pais de vergonha com os seus desmandos,humilhando o povo enquanto entregava tudo o que fosse possível;estamos vendo os outros projetarem,fabricarem e venderem os seus produtos;estes traidores da pátria arquivaram todos os projetos estratégicos de desenvolvimento tecnológico;transformando o pais em vassalo dos yanks.

Arhan
Arhan
7 anos atrás

A Rússia fez muita coisa. A maioria dos aviões russos são cópias mal feitas dos aviões do Ocidente, tanto civil quanto militar. A Ruassia construiu o Tupolev copiando o Concorde. O Tupolev caiu na Feira Aeronautica de Le Bourget durante uma demonstração e o projeto morreu. O Concorde voou duarnte 30 anos. A qualidade dos políticos Russos também são semelhantes aos do Brasil. São tiranos, corruptos, desrespeitosos, mentirosos e inaptos . Infelizmente tem gente neste país que ainda sonha com a Russia e imagina que os governos corruptos dos últimos anos daquii são os melhores governantes do mundo. O atraso é a meta até 2018.

Luciano
Luciano
7 anos atrás

O S-97 Raider realizou o primeiro voo dia 22/05

https://youtu.be/j3njDrUtT8k

Cahito
Cahito
7 anos atrás

Thiago Vinholes

No caso o Raider não seria substituto do Black Hawk?
Pelo que me lembro, o substituto do Apache seria o Comanche…

Abraço, e parabéns pelo site!

Luis Carlos
Luis Carlos
7 anos atrás

O Brasil jamais terá um desses !!! Nem em sonho.

André Sarmento
André Sarmento
7 anos atrás

Arhan

O que matou o Tupolev 144 foi a mesma coisa que matou o Concorde. A alta do preço dos combustíveis na década de 70. Nenhum deles teve mais que 20 unidades produzidas. O Tu-144 só operou dentro da União Soviética e o Concorde era um jato com uma passagem muito cara que poucos podiam bancar. O mercado também havia mudado. As companhias perceberam que a elitização do transporte aéreo não era mais viável e sim a massificação e a Boeing lucrou muito com o 747 na época. A União Soviética de fato espionou o projeto do Concorde mas nem por isto o Tu-144 é uma cópia do Concorde. Aeronaves com requerimentos parecidos geram aeronaves parecidas. Ninguém diz que um A-320 é uma cópia de um 737. Os próprios franceses/ingleses reconhecem que os soviéticos acharam soluções diferentes para problemas semelhantes encontrados por eles durante o desenvolvimento. O Tu-144 usava canards para melhorar o desempenho a baixas altitudes já o Concorde não pois sua asa era de construção mais complexa e ele não tinha este problema. O que ditou as características do Tu-144 não foi a espionagem e sim a aerodinâmica. Simplesmente não dá para construir uma aeronave supersônica de passageiros que não tivesse aquela mesma configuração. Veja o Boeing 2707 que deveria concorrer com o Concorde mas que nunca sai da fase de projeto. Parecidíssimo com o Concorde e Tu-144 exceto pela disposição dos motores.

Woshington
Woshington
6 anos atrás

Àtila Paulino Cunha, não é o governo, são empresas privadas que fabricarão” “Os fabricante Boeing e Sikorsky se juntaram na requisição das forças armadas para um novo helicóptero pesado de transporte e apoio e apresentaram neste mês os primeiros esboços do SB-1 Defiant.”. Empresas Privadas!!!

Laercio
Laercio
6 anos atrás

Isso nada mais é do que já existe em termos de ideia. Pelo jeito o futuro vai demorar mais. Pensei q em 2060 já teríamos tecnologia para superar a força da gravidade com muito menos esforço!

jose luiz
6 anos atrás

animal

jose luiz
6 anos atrás

nossa é um belo helicopetero

Jmail
Jmail
5 anos atrás

os EEUU já tem helicóptero dessa forma a muito tempo,simplesmente vão aperfeiçoá eles. só olhar no you tube.

Previous Post
Projeto HELLADS

EUA aprova testes em campo aberto com o “laser da morte”

Next Post
O aeroporto de Cuzco fica em um vale, por isso a aproximação exige um giro sobre a cidade histórica

Teste de voo: Lima a Cuzco de Star Peru

Related Posts