F-35 ‘volta à mesa’ de discussões para integrar a Força Aérea Alemã

Caça pode ser comprado pela Luftwaffe para substituição dos defasados Tornado.
Lockheed Martin F-35A

A Alemanha continua em busca de resolver a situação envolvendo seus defasados jatos de combate Tornado. Enquanto não engata o projeto para criar o esperado jato de 6ª geração junto com seus parceiros no programa FCAS, o país pode se tornar mais um cliente do caça F-35, da Lockheed Martin


De acordo com informações da agência “Reuters”, uma fonte da defesa alemã informou que essa seria a solução atual para dispor de um novo avião capaz de carregar ogivas nucleares. O F-35 estaria “de volta à mesa” de discussões, apesar de nenhuma decisão final ter sido tomada.

As informações não foram prontamente confirmadas pelo governo alemão, que ainda não comentou o caso. Um porta-voz dos Estados Unidos disse que não “confirmará e nem comentará” uma possível negociação até que o Congresso do país seja formalmente notificado.

A corrida para a substituição do Tornado acontece por conta da necessidade de a Alemanha continuar fazendo parte do acordo de compartilhamento de ogivas nucleares da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). 

Alemães em busca de uma solução para a avançada idade do Tornado (Airbus)

Atualmente, a Luftwaffe possui cerca de 110 caças Tornado em missões de ataque e reconhecimento. Apesar de já considerados defasados, ainda são capazes de transportar o armamento nuclear.

Entre as outras possibilidades estudadas está o F/A-18E/F Super Hornet, da Boeing. A empresa tenta atrair empresas alemãs como parceiras caso a Luftwaffe adquira seus caças.

Total
21
Shares
Previous Post

Itapemirim traslada três A320 para São José dos Campos

Next Post

Gigantes cargueiros: Boeing 777-8F e Airbus A350F frente a frente

Related Posts
Total
21
Share