Força Aérea do Chile recebe primeiro “avião-radar” Boeing E-3D Sentry

Chile adquiriu três exemplares de segunda mão da aeronave de controle aéreo e alerta antecipado de estoques do Reino Unido
Um dos E-3D Sentry britânicos, como os modelos adquiridos pelo Chile (Airwolfhound)

O primeiro Boeing E-3D Sentry da Força Aérea do Chile (FACh) chegou ao país andino na última quarta-feira (27), proveniente do Reino Unido. Ao todo, a FACh adquiriu três exemplares de segunda mão da aeronave de controle aéreo e alerta antecipado (AEW&C) de estoques da RAF (força aérea do Reino Unido), mas apenas dois jatos têm condições do voo – o terceiro servirá como fonte de peças para os modelos ativos.

Com a chegada do E-3D Sentry, a FACh pode substituir a altura o antigo Boeing EB-707 Condor, aeronave AEW&C desativada neste ano após servir por mais de duas décadas no país.

“As novas capacidades (do E-3D Sentry) permitirão que seu uso seja ampliado em diversas situações em que seja necessário manter o controle do espaço aéreo, onde as operações são realizadas com meios institucionais, combinados ou conjuntos, tais como: catástrofes, emergências e operações de busca e salvamento, tanto de aeronaves como de embarcações, de forma autônoma ou em conjunto com outras instituições”, informou a FACh pelo Twitter.

Derivado do antigo jato comercial Boeing 707, o E-3 Sentry possui um potente radar montado na parte superior da fuselagem. A antena rotativa é capaz de acompanhar os movimentos de aeronaves, veículos terrestres e embarcações a mais de 600 km de distância, antecipando possíveis movimentações inimigas e coordenando grupos de ataque, fornecendo informações para caças aliados ou dados para a orientar mísseis.

A força aérea chilena foi o primeira de toda a América Latina a operar aeronaves de controle aéreo e alerta antecipado, com a introdução do peculiar 707 Condor em 1994. Posteriormente, outros países que também aderiram a essa capacidade foram o Brasil e o México, cujas forças aéreas contam com o Embraer EMB-145 AEW&C em suas frotas.

O Chile foi o país pioneiro na América Latina na aplicação de aeronaves AEW&C, com o Boeing EB-707 "Condor"
O Chile foi o país pioneiro na América Latina na aplicação de aeronaves AEW&C, com o Boeing EB-707 “Condor”

Total
4
Shares
Previous Post

Jatos da Embraer conseguiram dobrar número de passageiros em ilha turística no Vietnã

Next Post

Rússia ainda não sabe o que fazer com o widebody Il-96-400M

Related Posts
Total
4
Share