Labace tem avião com motor “flex”

Diamond DA62 pode ser abastecido com diesel ou querosene; modelo custa US$ 1,2 milhão
Cada motor do DA62 gera 180 hp, com querosene ou diesel (Divulgação)
Cada motor do DA62 gera 180 hp, com querosene ou diesel (Divulgação)
Cada motor do DA62 gera 180 hp, com querosene ou diesel (Divulgação)
Cada motor do DA62 gera 180 hp, com querosene ou diesel (Divulgação)

Motores bicombustível não são exclusividade dos automóveis. Aviões também podem ser “flex”. Esse é o caso do Diamond DA62 exposto na feira de aviação executiva Labace 2017, no aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP). A aeronave pode operar com os motores abastecidos com diesel ou então querosene.

“Apesar da capacidade de poder usar dois tipos de combustível, no Brasil o DA62 por enquanto é certificado para voar somente com querosene. Ainda estamos trabalhando na certificação para voar com diesel”, contou Felipe Nardi, diretor de vendas da Aeromot, representante da Diamond Aicraft Industries no Brasil, ao Airway.

O DA62 é oferecido no mercado brasileiro desde novembro de 2016. Nesse período, segundo Nardi, a primeira aeronave será entregue no país em setembro e a empresa ainda tem encomendas para mais sete unidades.

“É um avião que chama atenção pelo baixo custo operacional, de cerca de R$ 650 por hora de voo. É mais barato voar de DA62, mesmo com capacidade máxima, do que na aviação comercial. O consumo de combustível também é baixo, de 45 litros de querosene por hora”, explicou o diretor de vendas da Aeromot.

O avião da Diamond, uma empresa baseada na Áustria (mas que produz o DA62 no Canadá), pode transportar sete passageiros e ser operado apenas por um piloto. “O avião é interessante para empresário da área rural, que buscam aviões robustos para operar em pistas pequenas”, acrescentou Nardi.

Motor de Mercedes-Benz

Os propulsores utilizados do DA62 são uma variação do motor diesel usado do Mercedes-Benz Classe A, na versão vendida na Europa. São motores de combustão interna (de 1,991 cm³ de cilindrada), quatro cilindros em linha e com turbocompressor. Segundo o fabricante, cada motor gera até 180 cavalos de potência.

De acordo com a fabricante, o DA62 pode voar a velocidade máxima de 379 km/h (cruzeiro de 325 km/h) e alcança 20.000 pés de altitude (6.000 metros). De tanques cheios (de querosene), o bimotor tem alcance de 2.300 km ou então pode permanecer voando por nove horas e meia.

A estrutura da fuselagem da aeronave é toda construída em fibra de carbono, material que ao mesmo tempo é leve e muito resistente. Vazio, o modelo pesa 1.570 kg e pode decolar com peso máximo de 2.300 kg.

O DA62 exposto na Labace, equipado com itens opcionais como radar, ar condicionado e sistema de oxigênio, é avaliado em cerca de US$ 1,2 milhão (R$ 3,8 milhões).

Veja mais: HondaJet recebe autorização para operar no Brasil

Total
0
Shares
Previous Post
O HondaJet é avaliado em US$ 4,9 milhões, cerca de R$ 15,5 milhões no câmbio atual (Ricardo Meier)

HondaJet recebe autorização para operar no Brasil

Next Post
A pintura especial do Legacy 650E foi executada por um sistema robótico (Embraer)

Embraer apresenta Legacy 650E com pintura especial na Labace

Related Posts
Total
0
Share