LATAM Brasil confirma retirada dos Airbus A350

Informação foi confirmada em carta aos funcionários da empresa assinada por Jerome Cardier, CEO da LATAM Airlines Brasil
Com a saída do A350, Latam passará a voar somente com widebodies da Boeing (Luis Alberto Neves)

Avião comercial mais avançado em serviço com uma companhia aérea nacional, o Airbus A350 está se despedindo da frota da LATAM Airlines Brasil. A informação foi confirmada em carta aos funcionários da empresa assinada por Jerome Cardier, CEO da divisão brasileira.

Em resposta ao Airway, a LATAM confirmou “que enviou aos seus colaboradores a comunicação a respeito da reestruturação de sua frota Wide Body no Brasil”.

No texto, Cardier diz que a retirada dos A350 é parte do plano de reestruturação da frota de aeronaves wide body (dois corredores). “Por isso, hoje anunciamos que nesse momento sete aeronave A350 deixarão de fazer parte da frota LATAM Brasil; e na próxima semana, mais outras quatro”, escreveu o CEO aos colaborados da companhia.

Com a saída do A350, a frota de aeronaves de dois corredores do grupo LATAM passará a ser composta somente por aviões da Boeing: os modelos 767, 777 e 787.

“Essa decisão, além de obtermos uma frota menor e mais homogênea, tem como objetivo uma operação wide body mais eficiente para atravessar esse período de menor demanda por assentos em nossa operação internacional e que ainda será impactada por um período mais longo de retomada de voos”, acrescentou Cardier, se referindo ao baixo movimento no setor aéreo em função da pandemia da Covid-19.

Airbus A350 - TAM Linhas Aéreas (Airbus)
Os A350 foram encomendados originalmente pela TAM (Airbus)

O executivo também ressaltou que a retirada dos A350 na frota não implica na saída de tripulantes da companhia, ao menos no curto prazo.

Os A350 operados pela LATAM Brasil foram encomendados em 2006 quando a empresa ainda se chamava TAM Linhas Aéreas, antes da fusão com a Lan Chile em 2016. O primeiro aparelho, na versão A350-900, foi recebido pela companhia brasileira em 2015. Todos os 16 modelos do tipo empregados pela LATAM são alugados. Ainda não se sabe qual será o destinos das aeronaves.

Confira abaixo na íntegra a carta de Jerome Cardier aos funcionários da LATAM Airlines Brasil:

Veja mais: Conheça os maiores aviões que já voaram com companhias aéreas do Brasil

Total
31
Shares
0 0 votes
Article Rating
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Dione de Mello Ferraz
5 meses atrás

Olá, por favor retornem com a rota São Paulo – Milão –

Walter Rebello
Walter Rebello
5 meses atrás

Muito triste para a aviação brasileira na parte internacional.
Companhias estrangeiras reinam sem concorrência nas rotas diversas rotas.
Aviões novo com a divisão chilena, e com o Brasil nenhum equipamento de última tecnologia. Como concorrer com Emirates, Qatar, Air France, British, KLM, TAP, United, AA, Delta, Aeromexico, etc…?????
Sinto falta de nossa Varig e das asas da Panair!
E tenho que continuar a viajar com as companhias estrangeiras e torcendo pro fortalecimento da Azul.
Latam não se afundou com o Brasil mas agora estarão afundando essa divisão tambem.

Previous Post

Companhia de carga UPS planeja a compra de 150 aeronaves eVTOL

Next Post
Protótipo do caça KF-21 Boramae

Coreia do Sul apresenta primeiro protótipo do caça KF-21 Boramae

Related Posts