A Latam foi a primeira companhia das Américas a receber o A320neo (Airbus)

O grupo Latam encomendou um total de 36 jatos A320neo e já recebeu quatro unidades (Airbus)

A Latam Brasil iniciou na semana passada o processo de transferência de seus jatos Airbus A320neo para a divisão no Chile. Ao todo são duas aeronaves e a primeira delas, o modelo com prefixo PT-TMN, se encontra atualmente em São Carlos (SP), onde fica o centro de manutenção da companhia, para receber a nova matricula chilena. Já o segundo aparelho, com prefixo PT-TMM, ainda segue em operação com a parte brasileira do grupo, mas em breve também será rematriculado e transferido para a Latam Chile.

Em contato com o Airway, a Latam Brasil afirmou que sua frota de aeronaves é integrada com a da Latam Chile e que esse é um “movimento natural na malha da companhia”. A assessoria de imprensa da empresa ainda complementou que a transferência dos A320neo para a divisão chilena não afeta as atividades no mercado brasileiro e que, “se houver necessidade, nada impede que esses aviões retornem ao Brasil”.

Com essa mudança, a Latam Chile vai ampliar sua frota de modelos A320neo, que já contava com outros dois jatos da série. Segundo o balanço mais recentes sobre pedidos e entregas da Airbus, o grupo Latam vai receber 32 modelos A320neo e outros 19 exemplares do A321neo.

A Latam Brasil foi a primeira companhia do mercado brasileiro e das Américas a receber o A320neo, em agosto de 2016. O jato de nova geração da Airbus também é operado pela Azul e Avianca.

O A320neo vem equipado com novos recursos que colaboram para a redução do consumo de combustível, como os novos motores Pratt & Whitney da linha Pure Power e os sharklets, dispositivos instalados nas pontas das asas que reduzem o arrasto aerodinâmica do avião.

Segundo dados da Airbus, os modelos da nova família Neo (sigla em inglês para “Nova Opção de Motor”) são 15% mais eficientes em consumo de querosene e têm custos de manutenção 5% inferiores ao do A320 da geração anterior.

Veja mais: Latam estreia novo voo entre São Paulo e Roma