LATAM completa atualização do interior de 100 jatos A320

Processo executado no centro de manutenção da Latam em São Carlos é o maior investimento da história da companhia, avaliado em US$ 400 milhões
Trabalho de modificação dos aviões da LATAM é realizado por 140 mecânicos (LATAM)

Tira poltrona, bota poltrona. O delicado processo de renovação de cabines conduzido pelo grupo Latam Airlines alcançou a marca de 100 aeronaves Airbus A320 e A321 reformuladas, informou a empresa nesta quarta-feira (16). As modificações são executadas no centro de manutenção Latam MRO em São Carlos (SP).

Dos 100 aviões atualizados até o momento, 50 deles operam na frota da Latam Brasil. No próximo ano, a companhia diz que mais 86 aeronaves passarão pelo retrofit de cabine, sendo 44 jatos para a divisão brasileira os 42 demais às outras afiliadas do grupo no Chile, Peru, Colômbia e Equador.

O projeto de modificação de cabines, anunciado pela Latam em 2019, ficou paralisado por mais de um ano devido a pandemia de Covid-19 e foi retomado em julho de 2021. A renovação nos interiores das aeronaves é o maior investimento na história da companhia aérea, avaliado em cerca de US$ 400 milhões, com metade deste valor destinado a operação no Brasil.

A atualização requer a desmontagem completa das cabines das aeronaves. No processo são trocados os lavatórios, galley (cozinha do avião), todas as poltronas, instalação de entradas USB nos assentos e interiores recebem modificações estruturais para comportar a nova configuração, segundo a Latam.

Fora o novo visual, todos os assentos têm agora o sistema “in seat power”, com um ponto de energia elétrica. Outra novidade é o recurso “direct view”, uma câmera de segurança que monitora a cabine durante pousos e decolagens.

“As mudanças em nossas aeronaves vão beneficiar diretamente a experiência de voo dos nossos clientes, que cada vez mais embarcam em aeronaves com cabines mais modernas, agradáveis, seguras, confortáveis e tecnológicas”, explica Sebastian Acuto, diretor de Frota e Projetos do LATAM Airlines Group.

A empresa diz que o projeto já consumiu cerca de 3.000 horas produtivas de trabalho. O serviço é executado por 140 mecânicos, divididos em três turnos de trabalho. As atividades também contam com o apoio das equipes de hangar, oficina de poltronas e de pintura.

Após as modificações, as aeronaves A320 passam a comportar 180 passageiros ((24 em classe Premium Economy e 156 em Economy). Modelos A320 da Latam com interiores ainda não alterados levam entre 168 e 177 ocupantes. No A321, a capacidade é elevada para 224 assentos (30 em classe Premium Economy e 194 em Economy), quatro a mais que a configuração anterior.

Total
61
Shares
0 0 votes
Article Rating
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nelson
Nelson
4 meses atrás

Aviões cada vez mais apertados e desconfortáveis, essa é a política da aviação. O discurso de “cabine mais moderna e tecnológica” é balela.

André
André
4 meses atrás

vamos socar a turma lá dentro.

Previous Post

JetBlue encomenda mais 30 Airbus A220-300 e dispara como maior cliente do jato

Next Post

Lançar o Airbus A220-500 seria prematuro, diz chefão da Airbus

Related Posts
Total
61
Share