Novo caça F-15EX é batizado de “Eagle II”

Aeronave é uma versão reformulada do veterano F-15 “Eagle”, que está em serviço nos EUA há quase 50 anos
Eagle II: USAF planeja a compra de 144 unidades do novo F-15EX (USAF)

Quem esperava um nome diferente para a nova variante do caça Boeing F-15EX vai ter que se contentar com mais do mesmo. A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) confirmou nesta quarta-feira que o avião de combate será batizado de “Eagle II”.

O primeiro F-15EX foi entregue à USAF no começo de março e hoje ele está sendo testado pelo 40º Esquadrão de Testes de Voo, baseado em St. Louis. O grupo é responsável por avaliar e certificar o novo caça antes dele ser declarado pronto para o combate.

Os EUA decidiram encomendar a versão atualizada do F-15 no ano passado, a despeito dos investimentos bilionários em programas mais modernos como os caças furtivos de quinta geração Lockheed Martin F-22 Raptor e o F-35 Lightnining II.

A USAF planeja adquirir pelo menos 144 exemplares dessas aeronaves para substituir os antigos F-15C/D Eagle e o F-15E Strike Eagle (versão especializada em ataque ao solo). A idade média desses caças gira em torno de 37 anos – a vida útil de um F-15 é estimada em cerca de 40 anos.

O F-15EX conta com uma série de atualizações quando comparado aos modelos F-15 mais antigos, incluindo o sistema de guerra eletrônica Eagle Passive/Active Warning and Survivability System, um cockpit digital, o novo computador de missão ADCP-II da Honeywell e comandos de voo totalmente eletrônicos (full fly-by-wire). A aeronave ainda pode levar uma impressionante carga bélica de 24 mísseis. O Eagle também deve ser capaz de disparar novas armas hipersônicas.

A sobrevida ao F-15 mostra que a USAF ainda vai continuar voando por muitos anos com lendário caça projetado pela McDonnell Douglas (absorvida pela Boeing em 1997), mesmo com o advento dos caças furtivos de quinta geração.

Total
0
Shares
Previous Post

Gigantes do Brasil: conheça os maiores aviões que voaram com empresas nacionais

Next Post
A Boom planeja estrear na aviação comercial em meados de 2023 (Divulgação)

Joe Biden diz que aviões comerciais supersônicos voltarão ao mercado em 10 anos

Related Posts