Primeiro Boeing 737-800 da Mexicana de Aviación surge dias antes de estreia

Aeronave foi transferida da Força Aérea do México para formar frota inicial da transportadora estatal. Voos devem começar em 26 de dezembro
O primeiro Boeing 737 da Mexicana de Aviación (Fernando/X)

O governo do presidente mexicano Andrés Manuel López Obrador corre contra o tempo para colocar a nova Mexicana de Aviación em operação a partir do dia 26 de dezembro.

A companhia aérea estatal, renascida do espólio da antiga empresa falida em 2010, contará com uma frota inicial de três Boeing 737 cedidos pela Força Aérea Mexicana.

O primeiro deles, um 737-800 com a matrícula XA-ASM, foi visto no último final de semana em voo após deixar o MRO Latinoamérica, onde recebeu sua pintura.

Siga o AIRWAY nas redes: Facebook | LinkedIn | Youtube | Instagram | Twitter

A Mexicana de Aviación é uma inicitiva do governo de esquerda para tentar oferecer voos mais acessíveis para a população do país. O governo adquiriu a massa falida da empresa aérea, incluindo os direitos de marca, e alguns equipamentos e instalações.

O Boeing 737 em voo no fim de semana (Reprodução)

Os planos, no entanto, têm sido mudados com frequência. Inicialmente, o governo lançou a transportadora em agosto pretendendo iniciar voos em setembro com uma frota de dez Boeing 737-800 alugados.

Não houve tempo para celebrar um acordo, e a Mexicana decidiu emprestar um jato ERJ 145 da empresa TAR para antecipar o Certificado de Operador Aéreo (AOC).

Foi então que o governo lançou mão de “doar” três Boeing 737 da Força Aérea (dois 737-800 e um 737-300) para formar a base da frota.

O 737-800 XA-ASM deverá ser usado para obter o AOC a tempo de lançar os primeiros voos na semana que vem.

 

Total
0
Shares
Previous Post

Companhia aérea do “Himalaia” vai ajudar COMAC a fazer jato C919 operar em aeroportos em grandes altitudes

Next Post

Eve Air Mobility realiza encontro com conselho de clientes do seu ‘táxi voador’

Related Posts
Total
0
Share