Primeiro protótipo do jato comercial CR929 começou a ser fabricado, diz China

Programa conjunto da COMAC e da UAC, widebody pretende ser uma alternativa local para as aeronaves da Boeing e Airbus
O widebody CR929, desenvolvido em parceria pela UAC e COMAC (COMAC)

A produção do primeiro protótipo do widebody CR929 teria começado na China, conforme revelou o jornal Jiefang Daily nesta semana.

Projeto conjunto entre a COMAC e a UAC, a aeronave comercial possui um tamanho semelhante ao Boeing 787 e tem como meta reduzir a dependência de aviões de passageiros de longo alcance na Rússia e China.

O programa, no entanto, tem passado por vários dissabores por conta da decisão chinesa de ter exclusividade no mercado interno, deixando as (pouco prováveis) exportações para os russos.

Aparentemente, as diferenças foram resolvidas e agora o CR929 estaria caminhando, com o início da produção da primeira aeronave em Linang, nova área industrial da COMAC ao sul do Aeroporto de Xangai-Pudong.

A informação faz parte do Plano de Desenvolvimento da Aviação Civil da China, que também aborda os programas ARJ21 e C919, os outros dois jatos comerciais do país.

Ao mesmo tempo, a empresa russa AeroComposite revelou que está em negociações para fornecer componentes em material composto das asas do CR929. Especula-se que uma nova fábrica será instalada em Vladivostok, no extremo oriente da Rússia, e próximo à China.

v
Modelo de classe executiva sugerida para o CR929 (UAC)

1.000 aviões

A CRAIC, joint venture formada pela COMAC e UAC, planeja oferecer três variantes da aeronave, o CR929-500, CR929-600 e CR929-700. A primeira delas será a versão intermediária, com 63,3 metros de comprimento, 61,2 metros de envergadura e altura de 18 metros.

O CR929-600 poderá transportar até 282 passageiros numa distância de 12.000 km, segundo os dados preliminares.

No ano passado, o chefe de design da COMAC, Chen Yingchun, deu uma entrevista em que fez previsões otimistas sobre o avião de corredor duplo. Segundo ele, mais de 1.000 aeronaves deverão ser produzidas até 2045.

Total
10
Shares
Previous Post

Azul, LATAM e TAP reforçam voos para Portugal

Next Post

E190-E2 da Helvetic faz estreia no Aeroporto London City

Related Posts