O grupo Longview Aviation Capital assumiu o programa Q Series da Bombardier em junho de 2019 (Divulgação)

A De Havilland Aircraft e a Viking Air, marcas controladas pelo grupo canadense Longview Aviation Capital, suspenderam na última sexta-feira (20) a produção do turboélice regional Dash 8-400 em Toronto e o avião utilitário Twin Otter 400 em Victoria e Calgary por tempo indeterminado, devido a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“A Longview e suas subsidiárias estão em estreita comunicação com clientes e fornecedores nas últimas semanas”, informou a Longview. “Com base nessas discussões, e no contexto de uma atividade aérea significativamente reduzida, a Longview determinou que é necessário pausar todas as atividades de produção de aeronaves no momento.”

As subsidiárias da Longview são as primeiras fabricantes aeronáuticas a paralisarem totalmente suas linhas de produção em meio a crise do coronavírus. Segundo o grupo canadense, a medida afeta 800 funcionários da De Havilland (ou 65% da força de trabalha na unidade em Toronto) e 180 colaboradores da Viking (40% da força de trabalho da empresa no oeste do Canadá).

Atividades de suporte e serviços técnicos para aeronaves em serviço serão mantidas, assim como os trabalhos de conversões das aeronaves de combate a incêndios CL-415EAF, acrescentou a Longview.

O Twin Otter opera atualmente em 57 países (Viking Air)

Ex-De Havilland Canada: o Twin Otter 400 é produzido pela Viking Air desde 2008 (Viking Air)

“Este é um período de desafios consideráveis ​​para nossa indústria e nossos clientes, e precisamos nos adaptar a essa nova realidade. Esperamos que seja temporária”, disse David Curtis, presidente executivo da Longview Aviation Captial. “Nesse contexto, concentraremos nossos esforços no suporte às frotas existentes em serviço e na entrega dos outros serviços que nossas empresas prestam ao setor de aviação global. Permaneceremos em contato próximo com nossos clientes e continuaremos a monitorar a situação em evolução. Faremos novos ajustes em nossas operações, conforme necessário.”

Longview informou que espera reiniciar as atividades de produção de aeronaves à medida que as condições em relação a pandemia melhorarem. A empresa acrescentou que De Havilland e Viking estabeleceram planos de continuidade de negócios e reorganizaram acordos de trabalho para evitar a propagação do Covid-19.

Veja mais: Coronavírus pode encurtar ainda mais a carreira do Airbus A380