Rafale e F-35 são apontados como favoritos em disputa de caças para a Suíça

Jatos de combate da Dassault e da Lockheed Martin foram citados por jornal e rádio suíços como potenciais substitutos dos F-18C/D da Força Aérea Suíça
O F-35 e o Rafale: disputa suíça (Divulgação)

O governo da Suíça deve decidir em breve qual será o substituto dos caças F/A-18C/D Hornet usados pela Força Aérea, mas se depender dos rumores na mídia do país há dois favoritos, o F-35 e o Rafale.

No começo do mês, o jornal Le Matin anunciou que o caça francês era cada vez mais favorito em Berna, sede do governo suíço.

Para justificar a afirmação, o veículo citou a chefe do Departamento de Defesa, População e Desporto, Viola Amherd, que durante apresentação ao Conselho Nacional do país usou o Rafale como exemplo de aeronave que atende os requerimentos do programa.

A tarefa de ataque nuclear da Armée de l'Air agora é confiada ao Rafale B (Armée de l'Air)
Dassault Rafale (Armée de l’Air)

O Le Matin ainda revelou que os rumores nos bastidores seriam convergentes para o caça da Dassault. A escolha de um jato supersônico europeu, aponta o jornal, evitaria protestos de setores à esquerda, contrários aos Estados Unidos, e também seria um aceno à União Europeia.

Por essas razões, os concorrentes dos EUA seriam considerados carta fora do baralho. No entanto, não é o que afirmou a rádio suíça SRF.

Mais caças F-35

Em reportagem que foi ao ar nesta segunda-feira, a rádio revelou que o caça F-35 Lightining II se saiu melhor que seus rivais nas análises técnicas.

Segundo fontes da SRF, a proposta da Lockheed Martin envolve um número maior de caças e também simuladores avançados já que o F-35 não possui versão de dois lugares.

O F-35 é um caça "stealth", capaz de voar sem ser detectado por radares (Divulgação)
O F-35 Lightning II (Divulgação)

Dos sete membros do gabinete que decidirão o vencedor, dois são favoráveis a um caça europeu, disse a SRFm que também reconheceu que a despeito da vantagem técnica pode prevalecer o lado político. Além do Rafale e do F-35, concorrem o Eurofighter Typhoon e o Boeing F/A-18E/F Super Hornet.

O orçamento para aquisição é de cerca de US$ 6,5 bilhões (quase R$ 33 bilhões) e foi aprovado pela população após um referendo. O anúncio do vencedor não tem dia certo para ocorrer, mas não deve passar de junho.

Total
58
Shares
Previous Post

A Airbus será capaz de entregar o primeiro A321XLR em 2023?

Next Post

Irkut já pensa em lançar o gigante MC-21-400

Related Posts