Caça F/A-18 Hornet - Força Aérea da Suíça

Os caças F/A-18 Hornet da Suíça serão desativados em 2030 (Peter Gronemann)

O programa de aquisição de novos caças para a força aérea da Suíça recebeu a aprovação da maioria dos eleitores suíços em um referendo realizado no domingo (27). Com o processo realizado, o país agora pode continuar sua avaliação das quatro aeronaves que disputam o contrato. Mas foi por pouco.

Pesquisas realizadas antes do plebiscito previam um resultado confortável na aprovação da proposta. No entanto, o resultado foi apertado e a compra dos caças obteve apenas 50,14% dos votos. A margem de vitória equivale a menos de 9.000 votos de um total de 3,2 milhões de pessoas. O referendo teve a participação de quase 60% da população suíça.

A aquisição dos novos jatos de combate faz parte do programa “Air 2030” do Departamento de Defesa, Proteção Civil e Esporte da Suíça. A aeronave selecionada vai substituir os antigos caças F/A-18 Hornet e os F-5 Tiger restantes da força aérea suíça até 2030.

Os quatro caças que disputam o contrato suíço são os modelos Boeing F/A-18E/F Super Hornet, Dassault Rafale, Eurofighter Typhoon e o Lockheed Martin F-35A. Cada uma dessas aeronaves passou por avaliações de voo com pilotos suíço em 2019.

A seleção do novo caça de defesa aérea da Suíça deve ser definida no segundo trimestre de 2021. Os suíços já separaram US$ 6,5 bilhões para investir na compra de 25 aeronaves. As entregas devem começar em 2025.

Northrop F-5E Tiger - Força Aérea Suíça

A força aérea da Suíça é o último operador do F-5 Tiger na Europa (Peng Chen)

A Suíça costuma realizar referendos populares para aprovar leis importantes. Em cada plebiscito são apresentadas várias propostas, que são votadas separadamente. Em maio de 2014, uma proposta de compra de 22 caças Saab Gripen E foi rejeitada pela maioria da população, atrasando as tentativas da força aérea suíça de modernizar sua frota de caças, uma das mais antigas da Europa.

Desta vez, o governo suíço escolheu uma abordagem diferente, buscando a aprovação ou não da população sobre a aquisição das aeronaves antes de definir um modelo específico.

Veja mais: Primeira aeronave fabricada pela Embraer foi um planador