O caça Su-35: Rússia pode criar nova versão do Flanker (UAC)

O caça Su-35: Rússia pode criar nova versão do Flanker (UAC)

A Rússia tem no caça stealth Su-57, de 5ª geração, sua mais nova estrela militar. Desenvolvido pela Sukhoi, o jato de combate está entrando em produção para atender um pedido de 76 unidades da Força Aérea. Mas relatos de membros do governo têm indicado que o país poderá investir na modernização de caças mais antigos e baratos como forma de complementar a oferta do “Felon”, codinome da OTAN para o Su-57.

Segundo a revista Military Watch, a UAC (United Aircraft Corporation), que controla a Sukhoi, deverá fundir os caças Su-30 e Su-35 em um novo caça repotencializado apelidado de “Super Flanker”.

Além de incorporar avanços tecnológicos, o caça também seria motivado por economia de produção. Atualmente, os dois jatos têm diferenças consideráveis que seriam eliminadas no futuro caça. Um exemplo é o turbofan com pós-combustor: enquanto o Su-30 utiliza o antigo AL-31F o Su-35 é equipado com o mais avançado motor AL-41F.

Entre outras importantes diferenças estão os aviônicos mais avançados do Su-35 e sua estrutura com boa parte em material composto. O Su-30SM, por sua vez, é um caça mais barato e versátil, apenas fabricado na variante de dois assentos. A fusão dos dois aviões também abriria espaço para novos sistemas de armamentos como o míssil de cruzeiro anti-navio Kh-32, que não pode ser lançado pelo Su-35.

Mais perto do Su-57

A Rússia já caminha na direção de tornar o Su-30 mais parecido com o Su-35. Uma versão com motor AL-41F do caça multifunção deverá ser produzida em breve para um destacamento na parte ocidental do país, revelou a agência TASS no ano passado.

Um próximo passo da Sukhoi pode ser a introdução de um radar ativo derivado do Su-57, assim como uma estrutura com uso ainda mais amplo de materiais compostos. Outras possibilidades podem incluir armas laser e sistemas de inteligência artificial.

O hipotético ‘Su-40’ ou ‘Su-35M’ poderá ter um papel semelhante ao F-15EX, o veterano caça da Boeing que voltou a ser adquirido pela Força Aérea dos EUA. Com um pacote técnico respeitável e um preço mais em conta, o “Super Flanker” não só pode ser uma alternativa interessante para a Força Aérea da Rússia como também um caça de exportação com grande potencial, a despeito de a Sukhoi ter iniciado a oferta do Su-57 para outros países.

Sukhoi Su-30SM

O versátil Su-30SM (UAC)

Veja também: Clone chinês do F-35, caça furtivo FC-31 é flagrado com modificações