Segundo turboélice Denali se junta ao programa de certificação

Aeronave monomotor da Beechcraft deve entrar em serviço em 2023 como um concorrente do Pilatus PC-12
O segundo protótipo do Denali (Textron)

A Textron Aviation introduziu o segundo turboélice Denali em seu programa de certificação. O novo protótipo da aeronave monomotor realizou seu voo inaugural no dia 16 de junho  e permaneceu em voo por duas horas e um minuto, afirmou a empresa.

“Este voo é outro passo de vital importância para o programa Beechcraft Denali, pois a aeronave será usada principalmente para testar sistemas de aeronaves como aviônicos, controle ambiental de cabine e proteção contra gelo”, disse Chris Hearne, vice-presidente sênior de Engenharia e Programas.

O primeiro protótipo do Beechcraft Denali realizou o voo inaugural em novembro de 2021 e até o momento acumula mais de 250 horas voadas.

O programa de certificação deve ganhar ritmo no segundo semestre com três aeronaves de testes e mais três estruturas completas para testes no solo, com planos de entrar em serviço em 2023.

Autonomia para voar entre Los Angeles e Chicago

O Denali é o segundo projeto inédito que a Textron Aviation desenvolve nos últimos anos, juntamente com o bimotor SkyCourier, que acaba de entrar em serviço com a FedEx.

O monomotor, no entanto, disputará mercado com o PC-12 no segmento executivo. Ele é equipado com o novo motor Catalyst, da GE, com 1.300 shp de potência e que utiliza o sistema FADEC e também hélices de 5 pás McCauley.

Segundo a Textron, o Denali pode atingir uma velocidade de cruzeiro de 528 km/h e voar por 2.963 km sem escalas, distância suficiente para voar com quatro passageiros entre Los Angeles e Chicago ou Nova York a Miami, por exemplo.

Textron pretende certificar o turboélice em 2023 (Textron)

Total
5
Shares
Previous Post

Pé na areia em 25 minutos: Abaeté tem voo “relâmpago” de Salvador para Morro de São Paulo

Next Post

Turkish Airlines teria escolhido o Airbus A220 em vez do Embraer E2

Related Posts
Total
5
Share