Turboélice Beechcraft Denali voa pela primeira vez

Monomotor executivo é a nova aposta da Textron Aviation para disputar mercado com o Pilatus PC-12, Modelo deve entrar em serviço em 2023
O Denali em seu primeiro voo (Textron)

A Textron Aviation realizou nesta terça-feira, 23, o primeiro voo do Beechcraft Denali, seu novo turboélice monomotor executivo.

A aeronave, ainda sem pintura, decolou da base da empresa no Aeroporto Internacional Eisenhower, em Wichita (Kansas) às 8:20 am (horário local) e realizou um voo que durou 2 horas e 50 minutos.

Segundo a Textron, o Denali atingiu velocidade de 180 nós (333 km/h) e uma altitude de 15.600 pés (4.755 m). Os tripulantes avaliaram o desempenho, estabilidade e controle da aeronave, bem como seus sistemas de propulsão, controles de vôo e aviônicos.

O Denali tem como principal diferencial o novo motor Catalyst, fornecido pela GE Aviation, e que oferece uma performance mais eficiente que turboélices mais antigos. Ele é 20% mais econõmico e pode utilizar combustível de aviação sustentável.

A Textron espera certificar o Denali em 2023 (Textron)

Mas foi justamente o motor que atrasou o cronograma. Originalmente, o Denali faria parte do portfólio da Cessna, mas a Textron optou por colocá-lo ao lado do King Air, na Beechcraft.

O Denali promete entregar um desempenho bastante expressivo. A aeronave terá velocidade de cruzeiro de 285 nós (528 km/h), carga paga de 500 kg e alcance de 1.600 milhas náuticas (2.963 km), o suficiente para voar entre Los Angeles e Chicago sem escalas.

Pensado para disputar mercado com o Pilatus PC-12, a Textron aponta como alvo a certificação do Denali em 2023.

Total
33
Shares
3 2 votes
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
renato
renato
11 dias atrás

Não entendo porque a Embraer não está presente no mercado dos turbo-helices.

Previous Post

Suposto avião hipersônico SR-72 aparece em vídeo da USAF

Next Post

Marinha do Brasil recebe o primeiro helicóptero H225M

Related Posts