Versão civil do C-130 Hercules é certificada nos EUA

LM-100J é a variante civil do Lockheed Martin C-130J, a versão mais recente do veterano Hercules
A primeira entrega do LM-100J está programada para 2018; o primeiro cliente será uma empresa brasileira (Lockheed Martin)
LM-100J, versão civil do Super Hercules, ainda não estreou no serviço comercial (Lockheed Martin)
A primeira entrega do LM-100J está programada para 2018; o primeiro cliente será uma empresa brasileira (Lockheed Martin)
Cada unidade do LM-100J é avaliada em cerca de US$ 60 milhões (Lockheed Martin)

Versão comercial do cargueiro militar C-130J Super Hercules da Lockheed Martin, o novo modelo LM-100J recebeu nesta semana o certificado de atualização de projeto concedido pelo FAA, a agência de aviação civil dos EUA. Essa permissão específica permite que a aeronave seja operada em qualquer lugar do mundo.

O projeto da aeronave foi iniciado em 2014, quando a Lockheed Martin anunciou que atualizaria seu certificado de tipo para que o L-382J (nome de projeto do C-130J Super Hercules) fosse oferecido como LM-100J, uma variante com certificação civil baseada no modelo militar. O primeiro voo da aeronave foi realizado em maio de 2017.

A certificação do LM-100J também marca o retorno do Hercules ao mercado de aviação comercial. Entre 1964 e 1992, a Lockheed produziu o L-100, derivado de gerações mais antigas do C-130. Ao todo foram construídas 114 unidades.

“Como suas contrapartes militares, a frota mundial de L-100 é muito incumbida e muito confiável. Quando essa frota chega ao fim de sua vida útil, os clientes nos disseram que o único substituto para o L-100 é o LM-100J”. disse Rod McLean, vice-presidente da Lockheed Martin.

“Esta certificação FAA atualizada permite que o LM-100J vá literalmente a qualquer lugar do mundo para atender aos requisitos exclusivos e exigentes que foram criados para oferecer suporte”, acrescentou McLean.

O LM-100J "FireHerc" já foi certificado pelo serviço de defesa florestal dos EUA (Lockhhed Martin)
O LM-100J “FireHerc” já foi certificado pelo serviço de defesa florestal dos EUA (Lockhhed Martin)

Assim como as versões militares, o LM-100J é uma aeronave de múltiplos propósitos, mas orientada para o mercado civil. O avião pode realizar tarefas como transporte, lançamento de cargas em voo e operações de combate a incêndios.

Segundo a fabricante, o novo modelo é 12% mais eficiente em consumo de combustível e tem uma capacidade de carga 20% superior a do L-100, podendo embarcar até 21.772 toneladas.

O preço do LM-100J gira em torno dos US$ 60 milhões, enquanto um C-130 em configuração militar pode custar mais de US$ 100 milhões.

O próximo passo do programa LM-100J será a entrega de duas aeronaves à Pallas Aviation, operadora de lançamento do novo Hercules civil.

Em 2016, a Lockheed Martin havia anunciado que o primeiro cliente do LM-100J seria a empresa brasileira de logística Bravo Industries, com uma encomenda de 10 aviões. As duas partes, no entanto, não confirmam se o pedido continua de pé.

Veja mais: KC-390 é rebatizado como C-390 Millennium

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Laerte guerra nunes
Laerte guerra nunes
2 anos atrás

Acho o Hércules uma aeronave fora de série, trabalhei 19anos da minha vida profissional no Hércules(c-130) e acho quë ela ainda poderia servir muito ao Brasil na condição de hidroavião na Amazônia pois abasteceria com água nos rios e seria usado para apagar incêndio naquela área.
Como se não me engano um tipo de hidroavião já é usado no Canadá.
Até hoje confio muito na aeronave Hércules.

JOAO PEDRO MAIA
2 anos atrás

A versão civil do hercules é similar ao Antonov An-10, turbo-helice quadrimotor e antecessor do An-12 cargueiro.

Previous Post

Embraer entrega primeiro E195-E2 para cliente europeu

Next Post
Avião mais vendido da Airbus: o A320neo estreou no início de 2016 (Airbus)

Airbus A320 supera Boeing 737 e se torna o avião comercial mais vendido da história

Related Posts