Airbus inicia produção de primeiro A320neo executivo

Novo modelo ACJ320neo tem alcance ampliado para 12.500 km, quase o dobro da autonomia do A320neo na versão comercial
O primeiro operador do ACJ320neo será a Acropolis Aviation, do Reino Unido (Airbus)
O primeiro operador do ACJ320neo será a Acropolis Aviation, do Reino Unido (Airbus)
O primeiro operador do ACJ320neo será a Acropolis Aviation, do Reino Unido (Airbus)
O primeiro operador do ACJ320neo será a Acropolis Aviation, do Reino Unido (Airbus)

A Airbus anunciou nesta quarta-feira (23) que iniciou em suas fábricas pela Europa a produção dos componentes do primeiro ACJ320neo, a versão executiva do novo A320neo. De acordo com a fabricante, o modelo está programado para entrar na linha de montagem final no começo de junho e será entregue até o final deste ano. O operador de lançamento da aeronave será a Acropolis Aviation, empresa do Reino Unido que oferece voos fretados executivos.

A combinação de siglas no nome do novo avião da Airbus são referências a divisão de luxo da companhia, a Airbus Corporate Jets (ACJ), e o “neo” aponta que o modelo vem equipado com as melhorias incorporadas no jato comercial A320neo, que é cerca de 15% mais eficiente que o A320 da geração anterior. A principais atualizações da nova geração são os motores de baixo consumo e os “Sharklets”, uma evolução do winglet. O modelo executivo, porém, vai muito além.

ACJ320neo tem alcance de até 12.500 km ou 15 horas (com oito passageiro), enquanto o A320neo pode voar por cerca de 6.500 km com 195 passageiros. A ACJ oferece o novo jato executivo na configuração típica de 25 passageiros (com alcance de 11,100 km ou 13 horas). Dependendo da quantidade de passageiros a bordo da aeronave, ela pode voar entre São Paulo e Moscou, na Rússia, com folgas.

Além dos motores mais eficientes e as evoluções aerodinâmicas, o modelo executivo também pode ser equipado com mais dois tanques de combustível na parte central da fuselagem. Esse espaço normalmente é usado como porões de bagagem na versão comercial.

Escolha um assento: a cabine do ACJ320neo pode levar até 25 passageiros, contra 195 do modelo comercial (Airbus)
Escolha um assento: a cabine do ACJ320neo pode levar até 25 passageiros, contra 195 do modelo comercial (Airbus)

“Novo motores e Sharklets permitem aos jatos da família ACJ320neo ligar ainda mais pontos pelo mundo sem paradas, com uma grande e confortável cabine que é invejada por outros fabricantes de jatos executivos”, disse Benoit Defforge, presidente da ACJ.

A Airbus ainda anunciou que vai entregar uma segunda unidade do ACJ320neo até o final deste ano. A nova linha executiva também inclui o ACJ319neo, baseado no modelo comercial A319neo, com primeira entrega programada para o segundo quadrimestre de 2019, informou a fabricante. A empresa tem nove encomendas pelos jatos da nova família (três ACJ319neo e seis A320neo).

Uma das novidades sugeridas pela Airbus no novo jato é uma cabine com cinema (Airbus)
Uma das novidades sugeridas pela Airbus no novo jato é uma cabine com cinema (Airbus)

A clientela de aviões como o ACJ320neo é quase sempre formada por empresas que oferecem voos executivos de altíssimo padrão ou então por governos, que aproveitam a grande autonomia dessas aeronaves em viagens internacionais de seus chefes de estado. O Brasil é um dos países que possuem uma aeronave desse tipo, o avião presidencial VC1-A, um Airbus A319CJ, em operação desde 2005.

Outros aviões na disputa com o ACJ320neo são o BBJ MAX, nova versão executiva do novo Boeing 737 MAX, e o Embraer Lineage 1000, baseado no jato comercial E190.

Veja mais: Airbus planeja versões militares do A320neo

Total
0
Shares
Previous Post

Asas com pontas dobráveis do Boeing 777X são aprovadas pelo FAA

Next Post
O F-5 biposto normalmente é utilizado para treinamento de novos pilotos (FAB)

Caça F-5 da FAB cai na zona oeste do Rio de Janeiro

Related Posts