ANAC confirma que a Norwegian Air requisitou permissão para voar para o Brasil

Companhia low-cost já havia sondado mercado brasileiro meses atrás. Autorização deve ser fornecida no último trimestre do ano
Boeing 787 da Norwegian: rota para o Brasil a caminho (Divulgação)
Boeing 787 da Norwegian: rota para o Brasil a caminho (Divulgação)

A Norwegian Air, uma das maiores e mais agressivas companhias aéreas do mundo, está oficialmente interessada em voar para o Brasil. A ANAC, agência que regula a aviação civil no país, confirmou na sexta-feira (27) que a empresa aérea norueguesa entrou com pedido para operar uma rota entre a Europa e um destino brasileiro.

O processo de autorização leva de três e a quatro meses, o que faria com que a Norwegian pudesse lançar seu voo no último trimestre deste ano, iniciando as vendas de passagens para então estrear sua rota provavelmente no início de 2019.

Os destinos que interessam a companhia aérea não foram revelados, mas sabe-se que executivos da Norwegian, que estiveram no país há alguns meses, conversaram com as concessionárias dos principais aeroportos brasileiros como a GRU Airport e a Rio Galeão para sondar os possíveis slots disponíveis. Como não possui nenhum acordo de codeshare com companhias brasileiras, a empresa low-cost pode acabar preferindo um aeroporto mais bem servido de voos. Contra essa tese conta o fato dela utilizar alguns aeroportos secundários como o de Gatwick, em Londres, de onde parte o voo para Buenos Aires, na Argentina. Aliás, Gatwick deve ser também o destino do voo brasileiro e de onde a Norwegian distribuiria seus passageiros para outras cidades brasileiras.

Preços baixos

A Norwegian, assim como a americana Southwest e as europeias easyjet e Ryanair, é conhecida pela política de preços agressivos e estrutura enxuta – uma passagem Londres-Buenos Aires custa em torno de 40% do preço da British Airways por exemplo. Mas os noruegueses têm se mostrado mais “globais” que suas congêneres low-cost. Além de voar na Europa, a Norwegian tem uma malha respeitável de voos intercontinentais operados com o Boeing 787 Dreamliner.

A companhia foi fundada em 1993 como regional mas em 2002 passou a voar como empresa de baixo custo. Desde 2007 tem se expandido de forma rápida e contínua acumulando hoje mais de 150 destinos e uma frota de cerca de 150 aeronaves divididas em suas subsidiárias na Inglaterra, Irlanda e na Argentina, onde passou a atuar este ano.

Veja também: Dona da British e Iberia vira sócia da Norwegian Air

Easyjet e Norwegian: companhia norueguesa tem se expandido pelo mundo (Divulgação)

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jorge Moraes
Jorge Moraes
3 anos atrás

Mas será que a máfia brasileira das áreas que sustentam os vagabundos da ANAC vão deixar furar este cartel???

Jose Regazzini
Jose Regazzini
3 anos atrás

Não da para dizer que a Norwegian é uma das maiores companhias aéreas do mundo. Favor rever o texto.

Miltom
3 anos atrás

Airway: em que sentido a Norwegian é uma das companhias aéreas mais agressivas do mundo?

Previous Post

Avião que se acidentou no Campo de Marte é um King Air com apenas 10 anos de uso

Next Post
O Antonov AN-225 é o maior avião do mundo, com 84 metros de comprimento (Thiago Vinholes)

Para retomar produção, Antonov assina acordo com a Boeing

Related Posts